Saúde realiza mais de 470 mil atendimentos em 2021

Números foram apresentados durante audiência pública realizada na manhã desta terça-feira (25) 

Sempre prezando pela qualidade de vida da população nogueirense e garantindo o acesso gratuito à saúde, a Prefeitura de Artur Nogueira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, ultrapassou a marca de mais de 470 mil atendimentos ambulatoriais de Atenção Básica e Pronto-Atendimento, realizados durante o ano de 2021.

De acordo com a pasta, os atendimentos incluem atendimento médico geral, atendimento de enfermagem ambulatorial, atendimento de especialidade, atendimento domiciliar, entre outros. O prefeito Lucas Sia (PSD) comemora o número expressivo.

“Esse significativo número representa um trabalho de toda a equipe da saúde, desde médicos a auxiliares de enfermagem, e que não medem esforços para oferecerem saúde de qualidade aos usuários do sistema público. Volto a dizer que Saúde é prioridade em nosso governo, e nosso objetivo é sempre garantir um atendimento de excelência em todas as nossas unidades”, frisou.

Os números de atendimentos foram apresentados durante Audiência Pública, realizada na manhã desta terça-feira (25), no Plenário da Câmara Municipal.

ATENÇÃO BÁSICA

Grande parte dos atendimentos foi realizada nos 12 Postos de Saúde Familiar (PSFs) de Artur Nogueira e se refere a serviços oferecidos pela Atenção Básica. A secretária de Saúde Angela Pulz Delgado explica que a área é conhecida como a “porta de entrada” dos usuários nos sistemas de saúde.

“Os PSFs representam a ponta mais próxima da Prefeitura com a população. Por meios deles orientamos os moradores sobre a prevenção de doenças, solucionamos os possíveis casos de agravos e direcionamos os mais graves para níveis de atendimento superiores em complexidade”, pontuou.

Nas unidades de Atenção Básica da cidade, o morador pode ter acesso a ações de promoção, prevenção e tratamento relacionadas a saúde da mulher, da criança, saúde mental, planejamento familiar, prevenção a câncer, pré-natal, cuidado de doenças crônicas como diabetes e hipertensão, curativos, inalações e aplicação das vacinas.

  

Comentários