Secretaria de Educação adere a projeto de estímulo à leitura

Com o objetivo de estimular conhecimentos e valores inerentes à cidadania e à cultura, na terça-feira, dia 21 de março, iniciou-se na rede municipal de educação o planejamento do Projeto Ler Faz Bem. Esse programa será implantado na rede municipal de educação e servirá de ferramenta para despertar a curiosidade e a vontade do aluno de ler e escrever.

O Ler Faz Bem conta com metodologia diferenciada e motivadora, além de atuar como apoio ao educador para as práticas pedagógicas. Contempla os principais temas recomendados pelo Ministério da Educação (MEC) e apresenta uma proposta ambiciosa e inovadora, ao indicar os caminhos para a leitura, a escrita e a interpretação de textos. O objetivo central das ações desse projeto é contribuir para a formação de cidadãos conscientes e críticos, além de incrementar significativamente os resultados do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do Governo Federal.

O plano foi apresentado aos gestores da rede municipal de ensino pelo autor dos livros infantis, Gustavo Tomazin. De acordo com a coordenadora da Biblioteca Municipal, Ivana Rocha, o Ler Faz Bem surge em um momento propício, principalmente em virtude da necessidade de incentivar as crianças a se interessarem pela leitura e pelos livros. Ivana espera um aumento da frequência de crianças à biblioteca em decorrência do estímulo à leitura pretendido pelo projeto.

A Secretária Municipal de Educação, Cleide Franco Cruz, destacou a importância do projeto: “A Prefeitura de Engenheiro Coelho abraçou o projeto Ler Faz Bem por entender que a leitura, a escrita e a interpretação de textos são ferramentas imprescindíveis para a formação de nossos cidadãos, e são práticas sociais inerentes ao cotidiano do ser humano”.

A secretária enfatizou ainda que o projeto será de grande valia aos alunos da rede e, consequentemente, aos pais e familiares, pois vai incentivar o gosto pela leitura e desenvolver a capacidade de escrever diferentes tipos de textos entre as crianças e adolescentes, “Em suma, a leitura desenvolve a criatividade e a imaginação, trazendo benefícios à saúde emocional e intelectual de todos”.

Matéria: ASCOM

 


Comentários