Secretário de Planejamento nega falta de projetos na Prefeitura

O secretário de Planejamento de Artur Nogueira, Fernando Arrivabene, disse, em entrevista ao Portal Nogueirense, que atualmente existem 16 obras em andamento na cidade e negou que haja falta de projetos na administração municipal. Durante o bate-papo, ele apresentou os dados.  “Artur Nogueira tem 16 obras em andamento, além disso temos 11 convênios em andamento entre aprovação de projeto”, afirmou.

Ele disse ainda que possuí uma equipe muito boa e que há setores, que é preciso destacar um profissional específico. “Temos vários setores lá que eu tenho que destinar um profissional só pra ele. Por exemplo, aprovação de projeto, é um engenheiro que só cuida disso. Na outra gestão que eu fui secretário a aprovação de projetos anuais era em torno de 350, agora estamos falando de mil projetos, então triplicou do volume de serviço”, argumentou.

Outro setor que é preciso manter um funcionário trabalhando de maneira exclusiva, é o de regularização de loteamentos.

Contraponto ao líder de governo

Em resposta ao vereador Beto Baiano, líder do governo Lucas Sia (PSD), ele negou que exista falta de projeto. Segundo Fernando, o que acontece é que a máquina exige muita burocracia.  “Muita coisa tem que ser aprovada em órgãos estaduais, federais e ambientais. O tramite é o seguinte: vem a comunicação que foi liberado o recurso, precisamos fazer o projeto, orçar dentro da tabela de valores do governo e depois é submetido a aprovação. Depois isso, volta quando precisa de alguma correção e eles [órgão estaduais e federais] pedem uma série de documentação. É uma coisa bastante lenta”, afirmou.

Outro ponto destacado por ele, são as licenças ambientais. “As vezes as licenças demoraram. Eu estou bastante preocupado, porque temos um cemitério novo para fazer e as licenças são bem complicadas de se obter, mas estamos correndo atrás, então as vezes as coisas demoraram a acontecer por conta disso”, argumentou.

Revitalização do Córrego Cotrins

Alvo das críticas do vereador em sessão de Câmara, a obra de revitalização do Córrego Cotrins teve que ser revista. “Existe aquela obra que este em andamento ali e tem mais dois convênios que nós estamos trabalhando. O problema é que ali, é uma área de risco pela Defesa Civil, então o projeto teve que ser revisto e não é tão simples como parece”, disse ele.

“O que está em andamento ali está dentro dos parâmetros. O problema é o que se pretendia fazer naquela região. Eu conversei com o prefeito, conversamos também com a secretária de Meio Ambiente, já que ali é uma área de preservação permanente, então estamos ajustando o projeto por conta disso. Não é que nós não temos o projeto, o projeto está sendo refeito e é bem complicado fazer uma intervenção em uma área de preservação”, completou Fernando.

Ele confirmou que a empresa atrasou a obra, mas já foi notificada. “A empresa acabou atrasando um pouco a obra, está notificada a retornar e já retornou. Salvo engano já tem gente trabalhando lá e eles tem prazo para terminar. Estou pegando pesado para terminar”, afirmou.

 

Fonte: PMAN

  

Comentários