Sequência de obras de recape só depende da liberação de recursos

A Prefeitura aguarda apenas a liberação das verbas federais para dar início às obras de recapeamento das ruas John Kennedy, Rio Grande do Sul e Sebastião Bueno e da Avenida Padre Jaime. A licitação em forma de pregão presencial já foi realizada na segunda-feira, dia 26 de abril, no valor total de R$ 1.140.865,54, tendo como vencedora, pelo critério do menor preço, a Construtora Scala Guaçu Ltda.

Os recursos federais serão provenientes de convênios com a Caixa Econômica Federal. O valor contratado já inclui contrapartida da Prefeitura. Ao todo, serão recapeados quase 60 mil metros quadrados. Na Avenida Padre Jaime serão recapeadas as duas pistas entre a rotatória do Hospital Municipal e a rotatória de acesso ao Jardim Serra Dourada, num total de quase 25 mil metros quadrados. As pistas do outro lado já estão recapeadas.

A Rua Sebastião Bueno, que se estende do Jardim Itamaraty até o Jardim Cristina, cruzando o Jardim Bandeirantes, na zona Sul, receberá pouco mais de 17 mil metros quadrados de camada asfáltica. As ruas John Kennedy e Rio Grande do Sul, no Jardim Centenário, somam 17 mil metros quadrados. São as duas principais vias de entrada e saída da cidade a partir da Avenida Tancredo Neves, que foi uma das primeiras a serem recapeadas em 2014.

A Prefeitura iniciou a recuperação da pavimentação das principais ruas e avenidas de Mogi Guaçu em 2014. Foram investidos mais de R$ 8 milhões em recursos do Governo do Estado e do Município. Já foram recapeadas as avenidas Mogi Mirim, Brasil, Tancredo Neves, Bandeirantes, Suécia, Padre Jaime (trecho leste), Trabalhadores e Emília Marchi Martini, além das ruas Mato Grosso, Paula Bueno e principais ruas centrais.

Matéria: ASCOM

  

Comentários