Servidora da SAMA conquista vaga em programa de treinamento disputado por todas as cidades do país

A servidora Camila Bonelli de Milano, da SAMA (Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente), conquistou uma das 15 vagas do disputado programa de treinamento oferecido pela Abrelpe (Associação Brasileira de Limpeza Pública e Resíduos Especiais) sobre Estratégias Municipais de Gestão Integrada de Resíduos. Camila é estudante do Doutorado em Geografia pelo Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e de Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). É Mestra em Ciências Ambientais e Gestora e Analista Ambiental, ambas pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e Técnica em Meio Ambiente, pela Escola Técnica Pedro Ferreira Alves – Centro Paula Souza.

Ao todo foram 70 municípios inscritos de todo o país e o resultado do processo seletivo foi divulgado no dia 11 de fevereiro. O objetivo do programa é promover a capacitação de representantes municipais na elaboração de planos estratégicos de gestão de resíduos sólidos, com vistas a que os participantes desse programa sejam multiplicadores e possam compartilhar conhecimento e capacitar outros municípios nessa mesma temática. A iniciativa também é feita em parceria com a SEPA (Agência de Proteção Ambiental da Suécia), consultoria MILAV e acompanhamento do Ministério do Meio Ambiente.

O cronograma do treinamento prevê encontros virtuais e três encontros presenciais: um em São Paulo, um em Brasília (DF) e outro em Estolcomo, na Suécia. As despesas serão custeadas pela organização do programa. “Tivemos uma primeira reunião oficial virtual e nos foi apresentado o programa do treinamento com o cronograma e repassado as primeiras atividades que devemos apresentar no encontro presencial em São Paulo, previsto para maio. A tarefa é de um levantamento de legislação pertinente aos resíduos sólidos e montagem de apresentação sobre como é o gerenciamento dos resíduos em cada município”, contou Camila.

A edição anterior do programa, realizada em 2019, contou com a participação de 16 municípios brasileiros. Foram aproximadamente 100 horas de atividades que incluíram tarefas remotas e encontros presenciais, além de elaboração e entrega de atividades. Mais informações sobre a Abrelpe e o programa podem ser consultadas no site www.abrelpe.org.br.

  

Comentários