Tratador de animais salva recém-nascida em Pedreira

A menina estava com sinais de hipotermia

O domingo (10) que poderia ter acabado em tragédia para uma pequena bebê recém-nascida,  se tornou um  dia de esperança e novo amanhecer para a menina.

O personagem que pode ser intitulado como o herói da história é o caseiro Genésio Geraldo,  que trabalha na fazenda onde a criança foi encontrada. De acordo com o tratador de animais, ele estava indo cuidar dos bichos quando em uma das cocheiras viu a criança envolta num pano azul.  “Eu fui colocar comida e de repente vi a mãozinha dela mexer. Fiquei muito assustado, como alguém pode fazer uma maldade dessa?”, questiona.

A Guarda Municipal (GM) foi acionada para seguir até a fazenda na zona rural de Pedreira (SP), onde se deu todo o desenrolar do caso.

Segundo a GM, a menina estava com sinais de hipotermia. Ela foi encaminhada ao Hospital Municipal de Pedreira.

A perícia foi solicitada para ir até a fazenda e o caso registrado como abandono de recém-nascido na Delegacia de Jaguariúna (SP). O responsável pela bebê não foi identificado. O caseiro que encontrou a bebê afirmou que ficou muito assustado quando viu a criança.

De acordo com a administração do Hospital Humberto Piva, local para onde a menina foi levada, ela é recém-nascida e ainda estava com o cordão umbilical. No registro do boletim de ocorrência, consta que um médico informou a um guarda que, por análise, o parto não teria sido feito por um profissional habilitado e em área hospitalar.

Ainda falando sobre a criança,  o herói afirma que caso ninguém queira ficar com ela, por ele, a menina já tem um novo lar: “Se ninguém quiser ficar com ela, eu fico, fico mesmo, e vou dar o que for possível para ela”, disse Genésio Geraldo.

  

Comentários