Unasp promove curso de Apicultura e Meliponicultura em parceria com a Embrapa

O curso de Engenharia Agronômica do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho, está em crescente desenvolvimento. E foi pensado na ampliação dessa área que a instituição organizou o primeiro curso de Apicultura e Meliponicultura. Idealizado pela coordenação, o evento contou com a participação de profissionais conceituados na área.

Durante o curso, os alunos puderam aprofundar seus conhecimentos sobre a diferença entre as abelhas, suas funções e os diversos tipos de mel produzido por elas. Além disto, os palestrantes ensinaram como criar seu próprio apiário e todo manuseio que se deve ter para a criação dos insetos.

No Brasil, a apicultura é uma atividade que está em processo de profissionalização, e isso potencializa a importância da iniciativa do Unasp. “Esse tipo de evento contribui para que a gente tenha um grupo de alunos formados, bem treinados e bem capacitados para entrar nesse mercado e ajudar nesse processo de profissionalização”, explica o pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Cristiano Menezes.

A coordenadora do Centro de Estudos apículas da Universidade de Taubaté, Lídia Barreto, também foi convidada a palestrar sobre o assunto. Para ela, o lugar mais apropriado para se falar em profissionalização é dentro de uma universidade. “O Unasp entendeu, absorveu a importância disso, desse resgate nessa área. É mais uma universidade que vai contribuir de verdade com a apicultura brasileira”, declara.

Produção de mel no Unasp

Atualmente, o Unasp conta com dez apiários contabilizando, aproximadamente, dez colmeias em cada um. Cada colmeia possui, em média, 50 mil abelhas. E para alavancar a produção e ampliar o local que é campo de estudo para alunos de agronomia, está sendo construído um apiário modelo onde será produzido materiais para atender aos apicultores da região. “Eu tenho muito interesse em fazer parte desse time que vai alavancar a apicultura aqui no Unasp”, revela Lídia.

Empresários da região, como o diretor regional da Federação das Indústrias do estado de São Paulo (Fiesp), Edson de Rezende, também participaram do evento. Ele comemora a parceria com o Unasp e destaca que o setor apícula atrai muitas pessoas. “Nós queremos criar aqui um setor que vai produzir abelhas rainhas e laboratório para análises. O Unasp cresce muito com isso, conclui.

O curso atendeu às expectativas da coordenação e motivou os alunos a construírem seus próprios apiários. É o que diz André Oliveira, aluno do 3º semestre de agronomia. “É super motivador ver o Unasp trazendo eventos com tanta qualidade e com profissionais que são referência na área de apicultura. Eu pretendo ter o meu apiário, com certeza, depois das aulas e esclarecimentos que tive”, comemora o jovem.

A apicultura é um mercado recente, mas que continua em grande ascensão. “É um mercado que está em expansão e aberto para os nossos alunos de agronomia. O primeiro passo foi dar esse incentivo, através desse curso, e começar a dar outros passos na direção de formação acadêmica na área de apicultura”, explica o coordenador do curso de Engenharia Agronômica, Walter Carvalho.

MATÉRIA: Carolina Delcasale

  

Comentários