Vistoria no Ypê Amarelo terá relatório elaborado na próxima semana

A Secretaria de Promoção Social realizou vistorias no Residencial Ypê Amarelo na manhã do dia 10 de março (sexta-feira), para, entre outras ações, averiguar se todas as 1.400 casas foram ocupadas dentro do prazo estipulado pela Caixa Econômica Federal.

O prazo era de 30 dias contados da data da entrega das chaves, efetuada no dia 27 de janeiro. Portanto, venceu no dia 27 de fevereiro. Passada a semana do Carnaval, a ação foi realizada nesta sexta-feira e mobilizou 47 agentes da Promoção Social. De funcionários a assistentes sociais, inclusive dos Centros de Referência em Ação Social (CRAS), as equipes visitaram casa a casa de 39 quadras e verificaram três tipos de situação: sinais de habitabilidade, ocupação irregular e se a moradia se encontrava vazia.

Nas casas com moradores presentes, os agentes solicitaram documento de identificação para confrontar com os dados registrados no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico), que foram usados no cadastramento dos mutuários.

Nas residências que estavam fechadas, as equipes deixaram um aviso e voltarão para fazer a vistoria em outra data. Os agentes entregaram aos moradores também um formulário de pesquisa da Acta, empresa contratada para realizar um trabalho social no novo bairro.

Segundo a secretária de Promoção Social, Mariana Martini, o relatório final, que apontará se há casa desocupada ou não, será elaborado na próxima semana, depois de juntadas todas as informações colhidas nas vistorias, que alimentarão a planilha da Caixa Econômica Federal.

dsc_9937

  

Comentários