2º lote de restituições paga R$ 77 milhões na região de Campinas; veja como consultar

A Receita Federal vai pagar R$ 77.078.870,15 aos contribuintes das oito cidades pertencentes à Delegacia Regional de Campinas (SP) no segundo lote de restituições do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) 2019. A consulta foi disponibilizada pelo órgão na segunda-feira, 08.

Os depósitos serão feitos nas contas bancárias de 50.296 contribuintes no dia 15 de julho. A lista de beneficiados abrange pessoas com restituições a receber desde 2010. São moradores das cidades de Campinas, Hortolândia (SP), Sumaré (SP), Indaiatuba (SP), Jaguariúna (SP), Paulínia (SP), Valinhos (SP) e Vinhedo (SP).

Considerando quem entregou a declaração deste ano em dia e não caiu na malha fina, 48.491 pessoas foram contempladas no segundo lote na região.

Como consultar sua restituição

A consulta pode ser feita pelo site da Receita Federal e também no aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações e situação cadastral no CPF, diretamente nas bases de dados da Receita Federal.

Pelo telefone – Ligando para o Receitafone, no número 146

Pelo computador – Entre no site da Receita. Digite seu CPF (apenas números), data de nascimento e os caracteres de verificação (captcha), e clique em “consultar”.

Datas de pagamento dos próximos lotes

3º lote, em 15 de agosto de 2019

4º lote, em 16 de setembro de 2019

5º lote, em 15 de outubro de 2019

6º lote, em 18 de novembro de 2019

7º lote, em 16 de dezembro de 2019

A Receita Federal informa que é possível checar se a declaração foi processada. E se ela estiver já na fila de pagamentos, significa que as informações prestadas estão coerentes com o banco de dados da Receita – indicando que a declaração, a princípio, não tem pendências. A Receita Federal tem até cinco anos para pedir esclarecimentos sobre as declarações.

A verificação pode ser feita pelo serviço Meu Imposto de Renda da Receita Federal. Para isso, é preciso gerar um código de acesso, a partir do número do CPF, data de nascimento e recibos de entrega das duas últimas declarações.

 


Comentários