fbpx

Administração apresenta projeto de reforma e adaptação de prédio municipal para instalação do Tiro de Guerra

O prefeito Hamilton Bernardes Junior, o vice-prefeito Fábio Polidoro, secretário de Planejamento Cezar Camilotti, vereadores Antonio Ganzarolli Filho, José Carlos da Silva (Zé Pretinho) e Marcelo Donizete Duó, secretária da Junta Militar de Pedreira Fátima Ferraz da Silva Peres, além do comerciante Walfrids Poloni e do professor José Carlos Pinto, estiveram reunidos com os representantes do Exército Brasileiro, 1º Tenente Mateus Dias Maier e Tenente Vanderlei, para apresentação do projeto de reforma e adaptação do prédio municipal localizado no Jardim São Nilo, onde será instalado o Tiro de Guerra de Pedreira.

Segundo informaram os representantes do Exército, a cidade de Pedreira passou a ser Município Tributário, ou seja, a partir deste ano os jovens ao se alistarem não serão mais dispensados, passarão por entrevista e exame médico para a seleção de 50 jovens. “Está seleção será realizada no período de 6 a 11 de setembro, nas dependências do Ginásio de Esportes do Santa Sofia”, destacaram.

O prefeito Hamilton Bernardes Junior enfatizou que o General do Exército João Pires de Campos, comandante na época da Região Sudeste, e atual Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, foi o responsável pela solicitação de instalação do Tiro de Guerra de Pedreira. “O Projeto de Lei já foi devidamente aprovado pela Câmara Municipal, em breve iniciaremos as obras de adequação do prédio no Jardim São Nilo. O Município arcará com a parte administrativa e o Exército fornecerá fardamento, armamento, treinamento e instrutor”, conclui o prefeito Bernardes.

Os Tiros de Guerra têm por finalidade a formação de reserva para o Exército Brasileiro e, ao serem matriculados, os jovens recebem a denominação de ‘Atiradores’.

  

Comentários