fbpx

Amparo tem Semana da Luta Antimanicomial

Na segunda-feira, dia 16 de maio, a Prefeitura de Amparo inicia a Semana da Luta Antomanicomial. Os eventos acontecem no Paço Municipal Prefeito Carlos Piffer e Espaço Amparo. Com o tema “Minha Loucura é Transparente e não Oculta”, a exposição de trabalhos dos usuários dos CAPS acontece no Paço Municipal até sexta-feira, dia 20 de maio.

No dia 18 de maio, quarta-feira, o Dia da Luta Antimanicomial contará com uma Tribuna Livre com depoimentos dos usuários de Saúde Mental da cidade, a partir das 8h30. A partir das 9h30, alongamentos e uma caminhada alusiva ao dia acontecem, além de uma oficina de confecção de máscaras de “papie machê” para a caracterização da caminhada.

A semana é encerrada na sexta-feira, com um chá beneficente, a partir das 14 horas, no Espaço Amparo. O movimento antimanicomial se caracteriza pelo combate a ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental; e deve-se ressaltar o direito fundamental à liberdade.

Dentro desta ação, está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, ideia baseada apenas nos preconceitos que cercam a loucura.

O Movimento faz lembrar que, como todo cidadão, estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direto a receber cuidado e tratamento sem que, para isso, tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

Esse combate propõe mudança na forma de cuidar da loucura através da reinserção social e da garantia dos direitos e da cidadania. Em 2001, foi promulgada a Lei Federal 10.216, que, dentre outros, prevê a substituição progressiva do cuidado em hospitais psiquiátricos por uma rede contínua de atenção psicossocial que preconiza o tratamento em todo o território nacional.

Matéria: Moisés de Camargo

semana_luta_

  

Comentários