fbpx

Assalto a loja no centro de Jaguariúna termina com dois ladrões presos pela GM

Dois homens que assaltaram uma loja e fizeram um refém numa residência no centro de Jaguariúna, durante a tentativa de fuga, se deram mal e acabaram presos pela Guarda Municipal (GM) no final da tarde do último dia 31 de março. Conforme registro do Boletim de Ocorrência (BO) lavrado na delegacia de Polícia Civil, ambos são maiores de idade e utilizaram dois revólveres de calibre.38, ambos com a numeração raspada.

De acordo com relato dos GMs Borges, Valdenir e Paulino, da corporação de Jaguariúna, durante patrulhamento pelo centro da cidade foram informados sobre assalto a mão armada em andamento na loja Casa Santa Margarida. Foi então solicitado o apoio da Romu (Rondas Ostensivas Municipais), que compareceu com o Inspetor GM Araújo e os GMs Sidnei e Bicudo (viatura 2080), e eles se juntaram às buscas pela região.

Os suspeitos foram localizados na residência que haviam invadido e onde fizeram um morador como refém. Ao ser avistado pelo GM Paulino, ainda na residência, o suspeito recebeu voz de prisão e se rendeu sem resistência, jogando o revólver que portava ao chão. Por sua vez, o outro suspeito tentou se evadir, mas ao perceber que também seria preso livrou-se do revólver, jogando-o embaixo de um veículo. Ele também se rendeu e foi detido pelo GM Borges no quintal da casa.

Com a dupla já dominada e as armas que portavam recuperadas, os GMs encontraram no quintal uma mochila com os produtos roubados da loja. Já a quantia roubada do refém na residência (R$ 250) não foi encontrada com os suspeitos. Na relação de objetos constantes no BO estão telefones celulares (2), carteira contendo R$ 100 e cartões bancários, capacete de motociclista, blusa e vários outros objetos.

Uma representante da loja assaltada e o morador da residência invadida estiveram na delegacia e prestaram depoimento à delegada Juliana Belinatti Menardo, que diante das evidências apresentadas determinou a prisão dos dois acusados em flagrante por roubo à mão armada. Os assaltantes foram encaminhados à Cadeia Pública de Itapira, onde aguardam decisão da Justiça. Conforme registro feito no BO, um dos revólveres utilizados pelos ladrões durante a ação estava sem munição, enquanto o outro continha seis munições intactas.

Matéria: ASCOM / Fotos: GM/Jaguariúna

 

  

Comentários