fbpx

Banco do Povo de Amparo injeta R$ 2,5 milhões na economia

Dados  divulgados  pela  SERT (Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho) mostram que Amparo foi a 4ª cidade, em todo o Estado, que mais realizou operações financeiras na agência do Banco do Povo Paulista (BPP) ficando atrás apenas de Ribeirão Preto, Franca e Sorocaba.

As 435 operações registradas pelo BPP injetaram na economia local cerca de R$ 2,5 milhões em 2014. Dados divulgados pela agência de Amparo também apontam que durante os doze anos de existência já injetou cerca de R$ 11,5 milhões na economia local através de contratos de financiamentos.

A Prefeitura de Amparo através do atendimento a micro e pequenos empresários legalizou 460 Microempreendedores Individuais no ano de 2014, superando os anos de 2011, 2012 e 2013 que somados, juntos, legalizaram 794 MEIs. O MEI – Microempreendedor Individual é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que recebe o salário mínimo ou o piso da categoria.

NÚMERO DE FINANCIAMENTOS
Para o secretário estadual do Emprego, João Dado, “o esforço do governo paulista em ampliar as políticas públicas de apoio ao empreendedorismo explica o crescimento de 17% no montante emprestado e 7,7% nos contratos firmados”. Entre os incentivos, o titular da pasta ressalta as mudanças ocorridas em fevereiro do ano passado, com a taxa de juros (antes era de 0,5%) e o aumento do limite de crédito, passando de R$ 15 para R$ 20 mil.

O BPP também oferece quatro linhas de crédito especiais:

Mutuários da CDHU – O valor do empréstimo varia de R$ 200 a R$ 7,5 mil, que podem ser pagos em até 36 vezes.

Motofretistas – Até R$ 6 mil para compra de novas motocicletas ou de equipamentos para atender à lei. Pagamento em até 24 vezes.

Taxistas – Profissionais deste setor podem solicitar até R$ 15 mil e quitar as parcelas em até 24 meses.

Produtores rurais (MEI e microempresa) – No primeiro empréstimo, os produtores rurais podem solicitar até R$ 7,5 mil. A partir do quarto contrato, R$ 20 mil.

Confira relação completa de agências, no site: www.bancodopovo.sp.gov.br.

  

Comentários