Conchal vai ter torre de retransmissão de TV digital

Na sessão de segunda-feira, dia 4 de dezembro, deu entrada na Câmara Municipal de Conchal projeto de lei complementar, de autoria do executivo, em regime de urgência, solicitando autorização para concessão de direito real de uso oneroso de bem público à Empresa Pioneira de Televisão S/A – EPTV.

A cessão de área pública à EPTV visa a instalação de uma torre de retransmissão de sinal digital aberto na cidade e um contêiner para a guarda dos equipamentos.

A área pretendida de 75,40 m² está situada nas dependências da EMEF “Giácomo Corte”, localizada na Rua Santa Catarina, esquina com a Rua Jacinto Scaglione, no Parque Industrial.

Com o desligamento dos canais analógicos em Conchal, que estava programado para o dia 29 de novembro, as pessoas que se utilizam da popular “anteninha” serão prejudicadas, enquanto que as que fazem uso da parabólica não terão nenhum prejuízo.

Assim sendo, para que os cidadãos que só possuem a “anteninha” não deixem de receber o sinal da EPTV é que a empresa está providenciando uma torre que irá retransmitir o sinal digital, em nossa cidade.

Para que a pessoa sintonize em sua casa o canal digital, nas TVs antigas, terá que adquirir um conversor e uma antena externa. Nas TVs mais modernas o conversor vem integrado. A empresa tem 180 dias para iniciar as suas atividades, a partir da aprovação da lei.

Ampliando o acesso das famílias mais carentes a esse avanço, o Governo Federal está distribuindo o Kit Gratuito de TV Digital às famílias beneficiadas com o programa Bolsa Família ou outros programas sociais do Governo. Para receber o Kit basta entrar no portal www.sejadigital.com.br e fazer o cadastro.

Agora, o projeto de lei complementar vai para análises das Comissões Permanentes e, se aprovado, o parecer será votado no plenário da Câmara e, se aprovado, o projeto irá para votação.

Matéria: ASCOM

  

Comentários