Corpo de Isis Helena é encontrado enterrado no Bairro Duas Pontes.

Corpo da pequena Isis Helena foi encontrado na manhã de hoje, 29, enterrado no bairro Duas Pontes. A genitora da criança Jennifer Natália Pedro informou ao delegado seccional no final da tarde de quarta feira, que havia enterrado o corpo no local descrito anteriormente. A mesma cavou a cova com uma colher de pedreiro do próprio tio.

Em posse das informações, o delegado seccional de Mogi Guaçu, Dr. Jose Antônio Carlos de Souza, juntamente com uma agente penitenciária, uma investigadora da Policia Civil de Mogi Guaçu e Dr. Mauro Moreno Instituto Médico Legal e a Jennifer. Fizeram buscas no local em que ela indicou até às 02 h da madrugada. Na manhã de hoje as buscas foram retomadas, e 20 minutos após as buscas o corpo foi encontrado.

A família do pai foi informada assim que o corpo foi localizado, e orientado que o mesmo seria levado para o Instituto Médico Legal de Mogi Guaçu – IML, onde passou por autopsia e o resultado deve sair em aproximadamente 30 dias. O corpo foi liberado posteriormente para as homenagens fúnebres na cidade de Itapira, no Cemitério da Paz, onde apenas os familiares paternos participaram.

Por volta das 14h30, o delegado Seccional juntamente com a Delegada da DIG – Delegacia de Investigações Gerais Dra. Edna Salgado Martins, deram uma coletiva à imprensa, onde relataram os fatos e a forma em que a mãe enterrou a criança.

“Nos meus anos de trabalho nunca me deparei com uma mãe tão fria, diria “um freezer”. Ela enterrou a criança sem roupa, e jogou as vestes no rio do Peixe, para ocultar provas”, desabafou Souza.

A genitora relatou que colocou a criança na mochila, e que a cabeça da pequena Isis não deixava fechar o zíper, ela forçou a cabeça para que conseguisse fechar. Ainda informou que no dia levou na sacola uma garrafa de refrigerante de dois litros, com menos da metade do liquido e a colher de pedreiro na sacola.

 

  

Comentários