Decreto suspende aulas presenciais nas redes pública e privada de ensino | Mogi Guaçu

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, respeitando todas as recomendações e normas sanitárias, para que sejam evitadas aglomerações, a Prefeitura de Mogi Guaçu decidiu suspender, neste ano, a retomada das aulas presenciais nas redes pública e privada. O decreto será publicado neste sábado, 5.

A decisão está respaldada em pareceres técnicos e em resolução do Governo do Estado, que levaram a Secretaria de Educação de Mogi Guaçu realizar consulta à comunidade escolar sobre a possibilidade de retorno das aulas presenciais. O resultado foi um percentual superior a 80% dos entrevistados se posicionando pela postergação do retorno presencial das aulas e atividades escolares.

O Conselho Municipal de Educação, por unanimidade, se posicionou de forma contrária ao retorno das aulas e atividades escolares presenciais nesse momento. Assim como o COE (Comitê de Operação de Emergenciais) que discute assuntos relacionados à pandemia do coronavírus.

O decreto deste sábado apresenta nova redação ao artigo 1º do decreto nº 24.371, de 10 de março de2020:

“Art. 1º Os Secretários Municipais e os dirigentes máximos de entidade autárquica, fundacional e de empresas públicas e privadas adotarão as providências necessárias em seus respectivos âmbitos visando a suspensão:

I – de eventos/atividades públicas no âmbito de todo o Município de Mogi Guaçu;

II – de aulas, presenciais, no âmbito da Secretaria Municipal de Educação e da Fundação Educacional Guaçuana.

III – de aulas, presenciais, na educação básica, técnica e superior, no âmbito dos outros Poderes, especialmente o Estadual, e no setor privado”.

A suspensão das atividades presenciais não altera o formato de aulas online, que vêm sendo realizadas no âmbito da Secretaria Municipal de Educação com estudantes de todos os níveis de ensino.

  

Comentários