Dengue chega a 1.183 casos positivos em Mogi Mirim

O balanço semanal informado nesta quinta-feira (26) pela Vigilância em Saúde aponta que a cidade registrou 1.183 casos positivos de dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. São 182 casos a mais em relação ao último balanço divulgado em 18 de março.  O balanço mostra ainda um aumento no número de notificações, de 3.706 para 4.005.

Com 711 casos, a zona Norte é a região com a maior incidência da doença na cidade, quadro que se repete desde a primeira semana do ano, acompanhada da zona Leste (163), zona Oeste (121), Centro (112), zona Sul (52) e zona rural (24).

Assim como a zona Norte, a faixa etária de 16 a 59 anos é a que acumula o maior número de casos, 799, seguida das pessoas acima de 60 anos (212), 6 a 15 anos (125) e até 5 anos (47). Do total, são 595 casos em homens e 588 em mulheres.

 

Nebulização é aplicada na zona Norte

Em mais uma ação de combate contra o Aedes, a Secretaria de Saúde promove a nebulização veicular nos bairros da zona Norte. A iniciativa coordenada pela Vigilância em Saúde começou na quarta-feira (25) e se estenderá até a sexta-feira (27).

A medida preventiva abrangerá a região dos bairros Santa Clara, Flamboyant, Jardim Helena, Novacoop, Jardim Copacabana e Jardim Planalto Mirim, das 7h às 23h.

Durante a aplicação da nebulização, é recomendado que os moradores mantenham portas e janelas abertas, mas cubram alimentos, filtros de água, roupas, bebedouros e aquários.

Idosos, crianças e pessoas alérgicas devem permanecer em um cômodo fechado durante 30 minutos e os demais moradores dentro de casa. É aconselhável ninguém permanecer na rua.

 


Comentários