Dengue ultrapassa mil casos

A dengue atingiu a casa dos quatro dígitos no município. Balanço semanal divulgado nesta quarta-feira (18), aponta que a cidade tem registrado até a terça-feira (17) 1.001 casos positivos de dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. São 41 casos a mais em relação ao balanço da última semana, de 960. O balanço mostra ainda um aumento no número de notificações, de 3.226 para 3.706.

Com 611 casos, a zona Norte é a região com a maior incidência da doença na cidade, quadro que se repete desde a primeira semana do ano, acompanhada da zona Leste (127), zona Oeste (103), Centro (102), zona Sul (42) e zona rural (16).

Assim como a zona Norte, a faixa etária de 16 a 59 anos é a que acumula o maior número de casos, 671, seguida das pessoas acima de 60 anos (186), 6 a 15 anos (109) e até 5 anos (35). Do total, são 501 casos em homens e 500 em mulheres.

Na segunda (16) e terça-feira (17), nas reuniões realizadas na Estação Educação para orientar sobre as ações tomadas pelo Poder Público para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19), diretores de escolas, representantes de entidades assistenciais, Recursos Humanos de empresas e líderes religiosos, também ouviram pedidos por parte das autoridades municipais justamente a respeito da dengue.

As solicitações seguiram no sentido de que fiéis, idosos, atendidos pelas entidades e profissionais de uma maneira geral, sejam conscientizados em relação à dengue, hoje, principal doença em todo o município.

 


Comentários