Desfile de 7 de setembro apresentou inovações

Com mais participantes que nas edições anteriores mais recentes, o tradicional desfile cívico-militar em comemoração à Independência do Brasil fechou a programação da Semana da Pátria na sexta-feira, 7.

Cerca de 3.000 pessoas ocuparam a arquibancada da Avenida dos Trabalhadores para assistir à apresentação do começo ao fim. Algumas pessoas preferiram ficar em pé do outro lado da pista. As autoridades acompanharam do palanque.

O desfile começou após o hasteamento das bandeiras pelo prefeito Walter Caveanha, o chefe de Instrução do Tiro de Guerra, subtenente Carlos Alexandre Perini da Silva, e os comandantes da 1ª Cia da Polícia Militar, capitão Eduardo Jorge Marques, e do Posto de Bombeiros de Mogi Guaçu, tenente Vinícius Zampolo.

Regida pelo maestro Benedito de Carvalho, a Banda Marcial dos Ypês executou o Hino Nacional, o Hino da Independência e o Hino do Município, e depois desfilou junto com a Banda Marcial “Luzinho Lanzi”, dirigida pelo maestro Adriano Tonon. As duas bandas pertencem à Corporação Musical “Marcos Vedovello” e recebem apoio da Prefeitura.

Com diferentes fardamentos, o Tiro de Guerra “General Alvarenga Navarro” – TG 02086 abriu o desfile, seguido da apresentação das forças de segurança de Mogi Guaçu: Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Científica e a Guarda Civil Municipal, esta com todas as unidades.

A FEG (Fundação Educacional Guaçuana) mais uma vez se destacou à frente do bloco civil. Além de sua aplaudida fanfarra, este ano a escola inovou com uma apresentação especial embalada pela música “Eu Te Amo Meu Brasil” e a representação de D. Pedro I por um aluno montado a cavalo.

Na sequência desfilaram jovens da Ordem Demolay, alunos e instrutores das escolinhas de esportes e artes marciais da Secretaria de Esportes e Turismo, grupos de escoteiros Rio das Cobras, Excalibur e Locomotiva, além da Associação Brasil SGI, entidade que promove práticas educacionais segundo os ideais humanísticos da Soka Gakkai – Sociedade para a Criação de Valores Humanos.

O desfile deste ano contou ainda com a participação da Escola de Capoeira “Filhos da Coral”, do Clube de Aventureiros e dos Clubes de Desbravadores 9 de Abril e Atlântico juntos, e das Bandas Masculina Sol e Feminina Asas da Paz Kotekitai, de Campinas.

  

Comentários