Eletrobrás oficializa cooperação para investimento de 1,5 milhão na Iluminação Pública de Mogi Guaçu

A Eletrobrás Centrais Elétricas Brasileiras SA publicou o extrato do Termo de Cooperação Técnica para implementação de ações de eficiência energética em sistema de iluminação pública de Mogi Guaçu no valor de R$ 1,5 milhão.

O projeto apresentado pela Secretaria de Obras e Viação prevê a substituição das lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED (Diodo Emissor de Luz) em pelo menos 1.500 pontos de iluminação pública de ruas e avenidas da cidade.

Entre as vias incluídas no projeto estão as avenidas Bandeirantes, dos Trabalhadores, Emília Marchi Martini, Nico Lanzi e São Carlos e as ruas Paula Bueno, John Kennedy e Rio Grande do Sul.

A proposta de Mogi Guaçu é a de maior valor dentre as que foram aprovadas através do Programa Nacional de Conservação de Energia – Procel Reluz, da Eletrobrás e sua execução só depende da conclusão de processo licitatório.

ERRATA

Por um equívoco em face da similaridade de projetos, a substituição das lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED nas avenidas 9 de Abril, Mogi Mirim e Padre Jaime, iniciada em maio e concluída este mês, foi atribuída ao programa da Eletrobrás.

Na verdade, o projeto, cujo Termo de Cooperação foi assinado em abril de 2017, foi executado com recursos do Programa de Eficiência Energética da Elektro, ao custo de R$ 275.450,00, conforme contrato firmado em janeiro deste ano com a empresa Energy, vencedora da licitação.

  

Comentários