Emia comemora 30 anos de ensinamento e disseminação da Cultura

Neste sábado, dia 13 de agosto, a Emia (Escola Municipal de Iniciação Artística) irá comemorar 30 anos de fundação. Diversos alunos e profissionais já se dedicaram para que a escola pudesse comemorar três décadas de ensinamentos e disseminação da Arte e da Cultura para a população guaçuana.

A Emia foi fundada no dia 13 de agosto de 1986, com o objetivo de oferecer atividades artísticas a crianças e adolescentes de 7 à 14 anos. A escola inicialmente oferecia uma única matrícula, diferenciada apenas pela idade das crianças que eram dividas nos níveis nas três áreas: Expressão Musical, Expressão Corporal e Expressão Plástica.

Segundo a coordenadora da Emia, Ivana Bernardi, com o passar do tempo e devido ao crescente número de alunos, foi necessário reformular a escola. “Com tempo surgiu as oficinas, o aluno tinha outra opção, ou fazia a iniciação nas três áreas, ou escolhia alguma oficina”, explica a coordenadora.

Também surgiu outros dois cursos, o “Brincando com Arte” destinado a crianças de 5 à 6 anos com o intuito de introduzir a arte e a cultura mais cedo através de brincadeiras. E o curso de “Artes Visuais” destinado a faixa etária de 7 à 14 anos.

Hoje em dia a escola tem em média 800 alunos, que se uniram para realizar um projeto em comemoração aos 30 anos da Emia. Todas as oficinas desenvolveram o tema que resultou na exposição que pode ser vista pelo público até o próximo dia 30 no hall de entrada do Centro Cultural. Nesta semana como parte das comemorações várias escolas estão levando os seus alunos para conhecer e vivenciar as oficinas oferecidas pela escola.

Ao todo são oferecidas 17 oficinas, na área musical: teclado, piano, violão, viola, cavaquinho, coral infantil, madrigal, e Coroarte; na área de artes visuais: desenho, arte em tecido, pintura em tela, pintura em porcelana e cerâmica; na área de expressão corporal: teatro, oficina do corpo, alongamento e dança do ventre.

Para quem quiser saber mais sobre os cursos e oficinas oferecidos basta ir na secretaria da Emia, que fica no Centro Cultural, ou ligar para o telefone (19) 3891.1198.

 

  

Comentários