Entrevista com Cantor e Compositor Gabriel Nieri

Matéria: Kely Bezerra

Gabriel Nieri é um cantor e compositor teen sertanejo com muito estilo que tem pouco tempo de estrada, mas já faz um grande sucesso entre os adolescentes e também entre os adultos, mas os adolescentes são os seus principais fãs, principalmente as meninas.

Gabriel é um jovem de 18 anos com uma carreira promissora e de muito sucesso.

JJ – O que você julga ser mais importante na música? Dinheiro ou contatos?

GN – Os contatos são muito importantes para quem está começando.  É a oportunidade que abre caminhos e portas. Mas um dia os dois são consequências. O dinheiro dá para investir em um clipe, numa música e em um trabalho mais profissional.

JJ – Como você enxerga sua carreira daqui 5 anos?

GN – Eu pretendo estar conquistando muitas coisas em relação a música. Se Deus quiser chegar muito longe pra tá gravando em programas de televisão e ser reconhecido pelo meu trabalho. É muito importante pra mim estar sonhando alto e eu quero chegar lá.

JJ – Como um novo artista, qual sua maior dificuldade na música?

GN – Eu tenho 18 anos e quando eu comecei foi difícil. Porque era muito complicado estabelecer uma relação com as pessoas que já estão dentro do mundo artístico. Muitos não apoiam, não dão a mínima. Eu busquei seguir em frente, erguer a cabeça pra nunca perder o foco. Foi o que me ajudou nesses três anos de carreira profissional. Eu tive o apoio das pessoas que se importam comigo. Eu falo pra todo mundo que o apoio é muito importante. Seja da família ou dos amigos e isso me ajudou bastante a enfrentar essas dificuldades. Mas não é fácil no começo é muito complicado para quem está começando.

JJ – Qual foi a fase mais difícil e que te fez pensar em desistir de tudo?

GN – Foi um dia em que eu participei de um programa e uma pessoa disse palavras muito duras. E eu pensei, a pessoa não gosta mim. Foi um choque, pois até então, por onde eu passava sempre me elogiavam e isso é bom, isso é ótimo. Foi uma crítica maldosa que acabou me afetando bastante porque eu estava começando a carreira. Na hora eu pensei será que eu continuo? Será que vale a pena? Mas daí eu penso comigo e tenho muita fé em Deus, eu penso que Ele está preparando o melhor caminho e tenho pessoas que estão em minha volta que me dão muito apoio e carinho. Então, eu sempre procuro seguir esse caminho, com muita fé e olhar para o futuro e ver que eu posso realizar muitas coisas.

JJ – Quando você pensa em sucesso na música, que artista ou outro profissional lhe vem à cabeça? E o que essa pessoa tem que você mais admira?

GN – Desde a minha infância eu escuto sertanejo e o artista que me incentivou bastante e eu admiro é o cantor Luan Santana. Ele é um cara maravilhoso. E não só por cantar bem, mas como ser humano mesmo, eu me espelho nele. Sempre trata o seu público com carinho e atenção. Ele é um artista diferenciado. Eu tento passar o máximo de carisma para os meus fãs, e querendo ou não sem eles, não tem sucesso, não tem plateia, não tem show basicamente. Os fãs são tudo.

JJ – Quando a dificuldade vem, em que ou quem você mais se apega, para não deixar tudo pra trás?

GN – Sempre em Deus. Fora Deus eu me apego em minhas composições. As minhas composições sempre me acalmaram e sempre me incentivaram na verdade. E ter o apoio da família e dos amigos é essencial e vale pra todo mundo.

JJ – Qual música sua que você mais aposta que possa ser sucesso no futuro?

GN – Agora eu tenho uma música que é chamada ‘Solteirizar’, faz pouco tempo de lançamento e eu acredito que futuramente, trabalhando mais e mais como nós estamos ela possa chegar ao conhecimento de todos. É uma música muito legal de reggaeton, diferenciada com sertanejo e meio funk. Eu acho que é o que o público gosta. E, eu adoro esse tipo de música

JJ – Qual a importância de um empresário e escritório na carreira de um novo artista?

GN – Ter um escritório, um assessor  é maravilhoso. Há apoio, resolução dos problemas, planos e estratégias. Isso com certeza é muito importante para um artista. O trabalho é profissional e acaba ajudando o artista.

JJ – Qual o seu recado pra galera nova que também sonha com seu lugar ao sol na música?

GN – Eu falo que é muito importante seguir firme, colocar a cabeça erguida, pensar eu vou conseguir, eu vou correr atrás. E digo que o meu apoio você já tem e caso queira conversar comigo no Instagran e Facebook eu estou aqui a disposição. Sei que não é fácil no início, mas eu posso passar a experiência que eu tive nesses três anos. Não foram muitas, mas também não foram poucas.

 

 


Comentários