Espetáculo multimodal aposta em tecnologia para unir dança, música e literatura em Jaguariúna

(Fotos: Kassius Trindade)

Baseado na estrutura literária de Ítalo Calvino, projeto leva inovação e imaginação ao Teatro Municipal Dona Zenaide neste domingo, 8 de julho. Entrada gratuita.

Romper barreiras, extinguir fronteiras, desconstruir a si mesmo e ao mundo. Em turnê pelo estado de São Paulo, o espetáculo multimodal “De uma margem a outra”, com direção coreográfica de Daniela Gatti e musical de Jônatas Manzolli, explora um novo modo de criação em rede. Dança, música, literatura e tecnologia se entrelaçam num jogo poético de gestos, sons e textos. O espetáculo, que foi contemplado pelo Programa de Incentivo à Cultura do Governo do Estado (PROAC 2017), será encenado no Teatro Municipal Dona Zenaide neste domingo, 8 de julho, às 19h. A entrada é gratuita.

Baseado na estrutura literária do escritor Ítalo Calvino (1923-1985), sobretudo na contida no emblemático livro “Seis Propostas para o Próximo Milênio”, o espetáculo, protagonizado pelo bailarinos e músicos formados pela Unicamp, encena ilhas interpretativas a partir de diversos temas, que criam um ‘arquipélago imaginário’. As pontes representam passagens daquilo que é fixo, compacto e denso para o mutável e leve, até alcançar o sentido de transparência, que dissolve o que é denso e dá ao espectador a ideia de permeabilidade. O pêndulo liga o tempo ao espaco, movimento e som, criando pontes entre o fixo e o mutável. Passa pela construção do do imutável para o contato físico e, em seguida, para a transparência, que dissolve o que é denso e dá ao espectador a ideia de permeabilidade. Neste contexto, o pêndulo, mais do que um elemento cenográfico, é então levado ao palco como uma síntese do denso e do leve, criando uma conexão por meio de movimentos que sugerem a construção de pontes entre o fixo e o mutável.

Composições coreográficas e musicais navegam juntas entre cenas dramáticas, resultantes da performance envolvendo músicos – duas percussões, uma flauta transversal e uma mezzo soprano -, e bailarinos integrados a fragmentos de poemas do moçambicano Mia Couto, que estruturam o perfil melódico da obra.

A tecnologia está presente em todo o espetáculo por meio de sensores de movimento e difusão eletroacústica, que viabilizam sonoridades granulares a cada sutil deslocamento dos artistas em cena.

A proposta de criação do espetáculo tem origem em parcerias anteriores entre os professores e diretores Daniela Gatti e Jônatas Manzolli, ambos do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Matizes (2013) e a Ópera multimodal Descobertas (2016), criada para celebrar os 50 anos da universidade.

O projeto também conta com a colaboração de núcleos de pesquisa de criação artística – Núcleo Dança REDES, GRUPU Grupo de Percussão Unicamp e NICS. Assim como a obra de Calvino, a montagem está estruturada em seis movimentos: Peso, Leveza, Transparência, Pêndulo , Pele e Multiplicidade.

Sobre a direção do espetáculo

Artista da cena, Daniela Gatti é a diretora coreográfica e artística do projeto. É pesquisadora e professora de dança contemporânea do Departamento de Artes Corporais da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) desde 2002. Recebeu o Premio Reconhecimento Docente de Graduação pela UNICAMP em 2017. Pesquisa processos criativos multidisciplinares com o Núcleo de Dança REDES. Licenciada em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Santa Catarina (UDESC), é doutora e mestre em Artes pela Unicamp. Estudou na escola de dança Rotterdamse Dansacademie – na Holanda. Como bailarina e artista do corpo, participou de montagens coreográficas, cênicas e performáticas. Orienta, dirige e assessora trabalhos artísticos para intérpretes criadores e grupos profissionais de dança e teatro. Como coreógrafa e diretora, participou de produções como Impressões (2011), (IN)pressão (2012); Para se ver no Outro (2013); Sagração da Primavera com OSMC (2013); Matizes de Jônatas Manzolli (2013); Quebra Nozes (2015), Footing (2015), Serragem (2015), Ecoa (2016). Opera Multimodal Descobertas de Jônatas Manzolli (2016). Como gestora, coordenou o curso de Graduação em Dança da Unicamp (2012-2017), foi Coordenadora Geral dos Cursos de Graduação do Instituto de Artes (2014 a 2016) e atualmente é assessora da Pró-Reitoria de Graduação.

Diretor e compositor musical do espetáculo, Jônatas Manzolli é compositor, professor titular da Unicamp. Pesquisa o diálogo entre Ciência e Arte. É coordenador associado do NICS/ Unicamp e PhD em Composição pela Universidade de Nottingham, Reino Unido (1989-93). Foi pesquisador convidado do Instituto de Neuroinformática da ETH Zurique, Suíça (1998-2004). É professor visitante da Universidade Pompeu Fabra, Barcelona, Espanha (desde 2006) e pesquisador pleno do Centre for Interdisciplinary Research in Music and Technology (CIRMMT) da Universidade McGill, Montreal. Colabora com o Grupo de Representações Musicais do IRCAM, Paris. Já lecionou e realizou concertos no Japão, Singapura, Áustria, França, República Checa, entre outros países. Entre suas obras que utilizam tecnologia, destacam-se o projeto RoBoser (1998), a instalação Ada: Intelligent Space, Expo.02, Suíça e a Multimodal Brain Orchestra (2009), estreada na Conferência Europeia de Tecnologia do Futuro (FAT09), Praga. Jônatas Manzolli recebeu bolsas e prêmios, entre eles o prêmio “Zeferino Vaz”, Unicamp, por excelência em pesquisa nas Artes (2009), a Cátedra do Banco Santander, Barcelona (2013). Durante as celebrações dos 50 anos da Unicamp, setembro de 2016, estreou a sua ópera multimodal Descobertas para grande público. Em abril de 2017, recebeu o Arts & Literary Arts da Fundação Rockfeller para criar no Bellagio Center, Itália, a ópera multimodal Pássaros de Papel.

Elenco

Bailarinos: Karina Almeida e Tutu Morasi

Músicos: Gabriel Rimoldi (meta-flauta), Laiana Oliveira (mezzo soprano), Rodolpho Simmel e Otavio Antoniacci (percussão)

Direção Coreográfica e Cênica: Daniela Gatti

Direção Musical: Jônatas Manzolli

Composição Eletroacústica: Jônatas Manzolli, Danilo Rossetti e Gabriel Rimoldi Direção do Grupo de Percussão da Unicamp (GRUPU): Fernando Hashimoto

Figurino: Dani Calicchio e Kaliane Tassi

Concepção visual: Kassius Trindade

Fotografo: Kassius Trindade

Iluminação: Eduardo Albergaria

Apoio técnico e estagiária: Giovana Herrera

Produção: Cais das Artes.

Maat Promoções Artísticas

▪ Realização:

PROAC – Governo do Estado de São Paulo

▪ Apoio:

Departamento de Artes Corporais – Unicamp

Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (NICS), Unicamp

Serviço

Espetáculo multimodal “De uma margem a outra”

Programa de Incentivo à Cultura do Governo do Estado (PROAC 2017)

Data: 8 de julho (domingo), às 19h

Teatro Municipal Dona Zenaide | R. Alfredo Bueno, 1151 – Centro, Jaguariúna – SP

Telefone: (19) 3867-2404

Entrada gratuita.

  

Comentários