Giro Policial

Confira as ocorrências policiais da semana em Jaguariúna. Casos foram registrados na Delegacia de Polícia

 

Perdi meu carro

Na noite de terça-feira, 14, por volta das 21h, um motorista foi surpreendido na estrada para o Long Island, Tanquinho Velho. Ele relata que estava cerca de 300 metros da Rodovia Porto Velho, quando foi abordado por dois homens desconhecidos.

No relatório da polícia, a vítima conta que os homens estavam em uma moto grande, cor vermelha. Sob ameaça com arma de fogo, ele foi mandado a descer do carro e foi roubado.

Os indivíduos tentaram carregar a moto na carroceria da camioneta roubada, mas ela caiu no chão. Eles a deixaram na estrada.

A vítima relata ainda que foi agredido com uma pancada do cano do revolver, na cabeça, ferindo o seu olho esquerdo. Sem câmeras no local, ele disse não ser possível reconhecer os autores pois estava escuro. Foi passado o alerta para a Delsecpol de Mogi-Guaçu.

 

Se não tem dinheiro, levo o celular

Um salão de beleza foi alvo de roubo em Jaguariúna. A vítima conta que um homem entrou no salão e anunciou assalto apresentando uma faca, na quinta-feira, 09.

Segundo o boletim, que foi realizado somente na quarta-feira, 15, o homem pediu dinheiro e a vítima disse que não tinha. Ele pegou o celular e saiu.

A vítima conta ainda que no local não tem câmeras, passou o caso para a PM. Porém, não registrou o boletim na data do acontecimento, pois os policiais disseram ter detido um individuo com as características passadas por ela.

Posteriormente a vítima foi até a delegacia e reconheceu o indivíduo como o autor fato. O indicado foi liberado e a vítima orientada a levar o IMEI do telefone para possível bloqueio.

 

Meu cartão

Na tarde de terça-feira, 14, uma mulher foi vítima de estelionato. O fato aconteceu no centro da cidade, em uma agência bancária.

De acordo com o B. O. a vítima estava na agência para sacar dinheiro, mas estava com dificuldades. Um homem que estava no caixa ao lado, percebeu a dificuldade da vítima e orientou que ela digitasse algumas letras. Ela conta que não conseguiu sacar o dinheiro e foi embora.

Mais tarde, percebeu diversas transações ao verificar o extrato bancário, os quais não fora ela quem realizou. Neste momento, pegou o seu cartão e percebeu que não era o seu.

Percebendo que seu cartão foi trocado no momento de “ajuda”, ela entrou em contato com o banco. Ele reteve o cartão por não estar em seu nome. A vítima teve um prejuízo de R$8.432,70.

 

Cadê?

Ao meio dia de terça-feira, 14, registrado Boletim de Ocorrência de um furto no bairro Guedes, local rural. A vítima conta que ao fazer uma inspeção no local, deu falta de alguns animais.

A vítima buscou informações dos animais com a vizinhança, mas ninguém soube informar. B.O para investigação.

 

Perdeu

No centro de Jaguariúna, na segunda-feira, 13, um celular foi roubado. A vítima relata que estava na praça central quando um homem chegou até ela, apontou um canivete e disse: “Perdeu. Passa o celular”.

O local não tem câmera e na delegacia, a vítima disse que não consegue reconhecer o autor. Aberto B.O para investigação.

 

Estragou e furtou

Registrado na segunda-feira, 13, na Delegacia de Polícia de Jaguariúna, um caso de furto qualificado no bairro Jardim Dom Bosco. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima chegou em sua casa e se deparou com a janela danificada, cortina rasgada e vários pertences revirados.

Ao verificar o restante da casa, percebeu que alguns objetos foram furtados.  A vítima também verificou que a cerca elétrica foi danificada.

A casa possui alarme, entretanto, não disparou. O fato não tem nenhuma testemunha e o local não tem câmeras de vigilância. Aberto B.O para investigação.

 


Comentários