fbpx

Giro Policial

Confira as ocorrências policiais da semana em Jaguariúna. Casos foram registrados na Delegacia de Polícia

 

Na sorveteria

No Jardim Dom Bosco, uma sorveteria foi alvo de roubo. A vítima relata que estava trabalhando quando um indivíduo alto e magro entrou no estabelecimento e anunciou assalto.

Segundo o relatório da Delegacia, o assaltante levantou a blusa e mostrou o cabo de uma arma. Abriu o caixa e levou R$60 em notas.

A vítima conta que o local tem câmeras de monitoramento que gravou toda a ação e que pode reconhecer o autor por imagem ou foto. As filmagens foram repassadas para a PM e em investigação um homem com as descrições passadas foi abordado.

A vítima reconheceu o individuo. O fato foi repassado e ficou determinado o registro do boletim para apuração em inquérito futuro, por inexistência de flagrante delito, após termo de reconhecimento pessoal.

 

Entorpecentes

Em patrulhamento no bairro Vila Guilherme, dois guardas municipais receberam a denúncia de que próximo à linha do trem havia dois homens vendendo drogas. No local, os guardas conseguiram abordar os dois.

Na abordagem, foi encontrada a quantidade de 14 substâncias que pareciam ser crack, com um dos homens. Mais 42 substâncias de crack e 23 d cocaína estavam de baixo do banco em que os homens estavam sentados.  Nos pés de um deles, mais oito substâncias de cocaína e R$76,00.

Diante dos fatos, os homens foram levados para a Delegacia de Polícia. Os entorpecentes foram apreendidos. B.O para flagrante.

 

Não dá para sair

No sábado, 11, uma casa no bairro Jardim Dom Bosco foi alvo de furto. O Boletim de Ocorrência foi realizado na quarta-feira, 15.

De acordo com a vítima, ao chegar em casa, constatou que foram furtados eletrodomésticos como fogão, televisão e notbook. O local não tem câmeras, mas em contato com os vizinhos, disseram ter visto um carro na frente da casa e um indivíduo saindo com um fogão. B.O para investigação.

 

Depósito

Presente na unidade policial, a vítima conta que viu no Facebook um anúncio de empréstimo consignado. Ele fez contato com a empresa pelo Whatsapp.

Em seguida, a vítima recebeu um boleto para pagar na lotérica, em nome de uma pessoa que não era a que ele fez contato no Whatsapp. Ainda assim, a vítima fez vários depósitos nessa conta nos valores de R$500, R$1,000.00, R$375,00, R$699,00.

A vítima relata que buscou pelo CNPJ da empresa e não tão tem relação com o nome do anúncio. Os depósitos totalizam um prejuízo R$2,574.00.

O autor do estelionato continua pedindo dinheiro para a vítima. O caso foi encaminhado para DP Área do Fato.

 

Sem documentos

Na tarde de quarta-feira, 15, a vítima compareceu na Delegacia de Polícia para realizar o Boletim de Ocorrência de furto qualificado. Foram furtados diversos documentos do seu carro.

De acordo com o relatório, a vítima estacionou o carro em frente ao Ginásio de Esportes Azulão e ao retornar encontrou a porta do passageiro danificada. Foi constatado então que sua bolsa com todos os documentos pessoais foram furtados.

A vítima não soube informar se o local tem câmera e nem se há testemunhas. B.O. para investigação.

 

Em via pública

Boletim de Ocorrência realizado na quarta-feira, 15, relata um furto no centro da cidade, em via pública. A vítima relata que estacionou seu carro pela manhã, por volta das 8h45 e quando retornou viu que seu carro foi furtado.

Ele voltou por volta das 9h30. Em uma hora seu carro foi alvo da ação sem testemunhas.

  

Comentários