Itapira recebe certificado de MIT (Município de Interesse de Turismo)

Na tarde do último sábado, 9, o prefeito José Natalino Paganini e o secretário de Cultura e Turismo, Tiago Fontolan, receberam das mãos go governador do Estado de São Paulo, Márcio França, e do secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Junior Aprillanti, o certificado de MIT (Município de Interesse Turístico). O evento ocorreu em Campinas (SP), no Salão Palácio dos Jequitibás do Paço Municipal.

“A gente tem um Estado muito privilegiado. Minha vida foi muito ligada ao turismo porque eu vim de uma cidade turística: São Vicente é a cidade mais antiga do Brasil”, salientou Márcio França. “Precisamos criar oportunidades para todos os meninos do Estado e o turismo é um caminho interessante para isso”, completou o governador.

“Hoje assinamos diversos convênios para inúmeras cidades da região junto com governador Marcio França. São recursos para infraestrutura, saúde e turismo dos municípios”, disse o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, referindo-se aos quatro municípios que receberam título de MIT (Itapira, Estiva Gerbi, São José do Rio Pardo e Torrinha) e também às sete Estâncias do Estado que assinaram convênios por intermédio do DADETUR (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos): Águas de Lindoia, Brotas, Caconde, Joanópolis, Lindoia, Morungaba e São Pedro.

A lei que classifica Itapira como MIT foi encabeçada pelo Deputado Estadual José Antônio Barros Munhoz e aprovada no dia 10 de abril na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo). Com o reconhecimento, o município irá receber recursos financeiros do Estado para dar início ao trabalho que visa fazer com que o município desenvolva atrações turísticas, como revitalizações de atrativos culturais e naturais já existentes elencados como prioridades no Plano Diretor de Turismo, elaborado e aprovado em 2017. Com isso, o município passa a ganhar destaque entre os turistas e a movimentação ajuda no desenvolvimento da cidade como um todo, gerando mais emprego e renda. Para que seja considerado de Interesse Turístico, a cidade deve ter atrativos turísticos, serviço médico emergencial, de hospedagem, de alimentação, informações turísticas e abastecimento de água potável e esgoto.

  

Comentários