Jaguariúna oferece apoio alimentar a alunos de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família durante suspensão de aulas devido ao coronavírus

A Prefeitura de Jaguariúna vai garantir a segurança alimentar e nutricional das crianças de famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família na cidade, durante o período de suspensão das aulas na rede pública de ensino devido à pandemia do coronavírus. O Município possui hoje 957 famílias cadastradas no Bolsa Família. A suspensão das aulas começa na próxima segunda-feira, dia 23 de março, por tempo indeterminado.

“Muitas dessas crianças têm na merenda escolar sua principal fonte de alimentação diária. E essa é uma preocupação nossa. Por isso, há a necessidade de a Prefeitura ajudar na complementação alimentar dessas famílias em vulnerabilidade social até que as aulas possam ser retomadas”, explica o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis.

A Prefeitura irá fornecer um kit de cesta básica para cada família, composto por: arroz tipo 1, açúcar refinado, feijão tipo 1, óleo de soja refinado, macarrão, molho de tomate, leite em pó integral, achocolatado em pó, fubá, biscoito, farinha de milho e sardinha em óleo.

O fornecimento de cestas básicas às famílias do Bolsa Família com crianças matriculadas na rede pública municipal de ensino está previsto no Decreto Municipal nº 4.147, assinado pelo prefeito Gustavo Reis e publicado ontem na Imprensa Oficial do Município, que cria o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, estabelecendo uma série de medidas e procedimentos de prevenção à Covid-19 na cidade.

Entre as medidas adotadas estão a suspensão das aulas na rede municipal de ensino, de eventos culturais e esportivos, do funcionamento da biblioteca, teatro municipal, do centro cultural e também do embarque e desembarque da Maria Fumaça em Jaguariúna.

As determinações estão em consonância com as diretrizes e recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde.

 

  

Comentários