MOGI MIRIM CONQUISTA SETE MEDALHAS NA FASE REGIONAL DO JOMI

Terminou no domingo (24) mais uma edição dos Jogos da Melhor Idade (JOMI). O antigo JORI (Jogos Regionais do Idoso) foi disputado, pelas cidades da 4ª Região Esportiva de São Paulo, em Casa Branca.

A Prefeitura de Mogi Mirim, por meio da Secretaria de Esporte, contou com 32 atletas na delegação, que também reuniu um staff de 13 pessoas entre professores, coordenação, administrativo, motoristas, fotografa, auxiliar de enfermagem. Ao final, entre 45 participantes, Mogi foi a 12ª colocada no Quadro Geral de Medalhas.

Foram sete no total, sendo duas de ouro, duas de prata e três de bronze. As medalhas douradas vieram no tênis, com Maria de Jesus Aranha e Silva Camargo no feminino e Luiz Alves Fraisoli, o Jacó, o masculino. Na natação, prata para Myrian Heyden na categoria B. Já no xadrez, Odinovaldo Sebastião Aparecido Bueno garantiu a outra prata mogimiriana.

Da natação ainda vieram outras duas medalhas, com Myrian Heyden, mais uma vez, na categoria B e Ana de Melo Zuliani, terceira colocada em prova da categoria D. Maria Santana, no atletismo categoria G, fechou a lista de medalhistas de Mogi Mirim no JOMI 2022.

Com os ouros conquistados em Casa Branca, os tenistas Maria de Jesus Aranha e Silva Camargo e Luiz Alves Fraisoli garantiram vaga automática na Fase Estadual do JOMI, espécie de Jogos Abertos da Melhor Idade, agendada para ocorrer de 8 a 13 de julho, em Presidente Prudente.

Mogi Mirim esteve envolvida em disputas na versão regional do JOMI de 20 a 23 de abril. Além das medalhas, podemos destacar o primeiro lugar geral do tênis masculino na categoria A e do tênis feminino na categoria B.

A cidade ainda foi a segunda melhor colocada no xadrez, ficou com o quarto lugar na natação feminina, foi a sexta na dança de salão na categoria A e ficou com o oitavo lugar na categoria B do tênis de mesa masculino.

No total, foram 10 modalidades disputadas, incluindo, além das já citadas, a bocha, o buraco (masculino e feminino), o dominó (masculino e feminino), a malha e o voleibol adaptado.

  

Comentários