Mogi reduz em 46% o número de óbitos por Covid

Desde março de 2021, quando a segunda onda da Covid-19 chegou com força, vitimando inúmeras pessoas e lotando os leitos hospitalares, as autoridades de saúde passaram a travar uma constante e incansável luta com a doença.

Em Mogi Mirim, foram diversas as estratégias para tentar controlar a contaminação e trazer segurança à população. Dentre essas estratégias, a vacinação eficaz, com organização e no menor tempo possível, foi a decisão mais acertada.

A Administração Municipal concentrou todos os esforços na busca pelo controle da doença em âmbito local. E o resultado deste esforço coletivo vem sendo apresentado nos últimos dias…

Mogi Mirim está, neste momento, com a menor taxa de ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde Março de 2021.

Outra boa notícia é que, com o avanço da vacinação, o número de óbitos por Covid-19 caiu consideravelmente. Em média, a redução está na casa dos 48%.

Para se ter uma ideia melhor do que este dado estatístico representa, em Março de 2021, Mogi Mirim contabilizou 49 mortes por Covid-19. Em Abril foram outros 50 óbitos, seguidos por 31 (Maio) e 42 (Junho).

Neste mês de Julho, até a data de ontem (30), Mogi Mirim registrou o menor número de óbitos por Covid-19 do período: 26 mortes.

De acordo com as autoridades de saúde, o progresso da vacinação é a única explicação para este reflexo positivo de redução do número de mortes.

Atualmente, o Município já vacinou toda a população com mais de 30 anos com a primeira dose e avança com a aplicação da segunda dose nos grupos prioritários, de acordo com o Calendário Municipal de Imunização.

Até agora, foram aplicadas 77.925 doses em Mogi Mirim, sendo 55.673 pessoas imunizadas com, pelo menos, a primeira dose e 22.252 pessoas vacinadas com dose única ou segunda dose completa.

  

Comentários