Nebulização costal continua na zona sul; casos de dengue sobem para 2.188 em Mogi Mirim

As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, adotadas pela Prefeitura continuam na próxima semana. Após a nebulização veicular realizada no Jardim Maria Beatriz e Residencial Floresta, zona sul da cidade, entre terça (26) e quinta-feira (28), com o objetivo de eliminar o mosquito em sua fase adulta através da aplicação de inseticida acoplado em um veículo, a nebulização costal continua no Maria Beatriz e no Jardim Planalto, na mesma zona Sul.

O trabalho, coordenado pela Secretaria de Saúde, através da Vigilância em Saúde, consiste na utilização de nebulizador manual, costal – por ir nas costas do aplicador – e que também lança o inseticida. Embora a zona Sul não concentre o maior número de casos de dengue por região em Mogi Mirim, as estatísticas apontam para o aumento de casos e notificações da doença na área.

Na última semana, a nebulização veicular já havia sido realizada no Jardim Maria Beatriz, além do Jardim Regina, Jardim Guarnirei, Jardim Maria Bonati Bordignon e Parque Real I, bairros da zona Sul.

A Busca e Controle de Criadouros (BCC) vem sendo realizada na região central, alcançando ainda a Vila Pichatelli, Vila Áurea, Cecap, entre outros bairros. O trabalho é executado por agentes de controle de endemias ligados à Vigilância Ambiental.

 

Boletim

Mogi Mirim possui 2.188 casos positivos de dengue, segundo boletim semanal divulgado pela Vigilância em Saúde nesta quinta-feira (28). São 6.119 notificações em todo o município. No boletim do último dia 21, eram 2.134 casos e 6.029 notificações.

Do total de casos, 1.062 foram registrados na zona Norte, 420 na zona Leste, 286 no Centro, 262 na zona Oeste, 118 na zona Sul e 40 na zona rural. São 1.140 casos em mulheres e 1.048 em homens.

Na faixa etária, a fatia de 16 a 59 anos acumula 1.495 casos, ao lado de pessoas acima de 60 anos (366), 6 a 15 anos (239) e até 5 anos (88).

  

Comentários