OR – Brasília receberá Mundial Universitário de Karatê em 2020

De 10 a 16 de novembro deste ano, Brasília sediará pela primeira vez o Mundial Universitário de Karatê. A competição ainda não tem local definido, mas está sendo planejada para receber delegações dos mais diversos países.

Luciano Cabral, presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), explica que a competição é uma das mais importantes dentro do calendário da Federação Internacional do Esporte Universitário (FISU), considerando nível técnico, quantidade de atletas presentes e de países representados. Segundo ele, trazer o mundial para o Brasil dá continuidade ao projeto da CBDU de sediar os principais eventos esportivos internacionais a nível universitário.

Ao todo, 32 modalidades esportivas têm campeonatos mundiais universitários a cada 2 anos. Para chegar ao veredito de qual mundial sediar, a CBDU prioriza os eventos de maior relevância e que ainda não tenha recebido no Brasil. “Nós estamos colocando grande atenção nessa competição para que a CBDU possa sediar um campeonato inesquecível, com qualidade na estrutura, na parte técnica, para receber no Brasil os principais caratecas do mundo e fazer uma competição memorável”, afirma Luciano Cabral.

O presidente da Confederação esclarece que é muito importante para o país e para a CBDU continuar sediando campeonatos mundiais do programa da FISU, uma vez que isso qualifica cada vez mais a CBDU no que diz respeito a gestão e a organização, e também dá cada vez mais oportunidade para os atletas universitários brasileiros de disputarem as principais competições do mundo.

Para participar da competição, os atletas da modalidade deverão participar do Jogos Universitários Brasileiro (JUBS) – modalidade lutas. O JUBS lutas acontecerá de 29 de abril a 03 de maio, em Trindade – GO e servirá como etapa classificatória da equipe que representará o Brasil no Mundial.

RETROSPECTIVA
O último Mundial Universitário de Karatê aconteceu em Kobe, no Japão nos dias 19, 20, 21 e 22 de julho de 2018. O Brasil foi representado na competição por Ayalla Botelho Andrade Martins, da Universidade Federal de Roraima (UFRR), na categoria Kumite até 60kg 2° Kyu. E Vitorya Laurita Júlio Damasceno, do Centro Universitário Estácio, que competiu na categoria Kumite (-50kg 2° kyu acima).

  

Comentários