fbpx

PC e PM de Santo Antônio de Posse localizam caminhão de carga roubado em Louveira

O policial civil Orlando e o policial militar Daniel compareceram na manhã desta quarta-feira, 17, no Distrito Policial de Santo Antônio de Posse, informando que foram chamados para averiguar em um estabelecimento comercial encontrava-se um caminhão com carga de produtos de limpeza roubado.

Ao chegarem no local, indagaram o proprietário, que inicialmente informou aos policiais que o caminhão havia sido deixado por um cliente para realizar a troca das faixas reflexivas. O homem foi novamente questionado, e relatou que um homem deixou o caminhão no local, e que ele receberia a quantia de R$ 1 mil reais para que o caminhão ficasse em seu estabelecimento, e que a negociação estava em andamento há 15 dias.

Em diligências investigativas empreitada pela polícia civil, obteve-se acesso às câmeras de segurança de uma residência próxima ao estabelecimento, de modo que foi flagrada toda a empreitada criminosa, onde verificou-se a chegada de uma moto e logo em seguida o caminhão roubado sendo que o veículo estacionou na frente da casa do dono do comercio.

O motorista do caminhão desembarca e vai falar com o condutor da motocicleta, sendo que este sai do local, após orientá-los. Logo na sequência, aparece nas imagens um veículo celta prata que estaciona ao lado do caminhão e desembarca um indivíduo com uma mochila nas costas e conversa com o condutor e entra dentro do caminhão pela porta do motorista. Posteriormente o proprietário do estabelecimento conversa com o motorista e esta manobra o veículo para uma rua lateral.

A viatura da Guarda Municipal passa pela rua dos fatos momento em que o homem volta apressadamente para o comércio e o indivíduo que tinha entrado no caminhão retorna para dentro do veículo celta sendo que este veículo deu marcha ré, conversou algo com o homem e saiu.

Ainda, apareceu nas imagens um veículo Onix branco que para e conversa algo com o dono do comercio e vai embora. Tanto o policial civil Orlando como o policial militar Daniel afirmam que a pessoa que estava conduzindo a motocicleta e que escoltava o caminhão roubado é a pessoa conhecida nos meios policiais, bem como a motocicleta pequena, cor preta, de marca Honda Pop 100 é bastante conhecida por forças policiais e utilizada por ele.

Ainda, o capacete do suspeito apresenta características marcantes como sendo de motocross, sem viseira, aberto, com queixeira longa e uma aba em cima sendo que tal indivíduo é conhecido pelo envolvimento de roubo de carga na cidade.

Na sede policial, o PC e O PM reconheceram a foto do suspeito como sendo a pessoa do jovem. Por fim, deram voz de prisão para o suspeito do comércio pelo crime de receptação e encaminharam para a Delegacia De Polícia para as providências cabíveis os demais participantes não foram localizados. O motorista que foi roubado e dirigia o caminhão que foi encontrado nesta urbe foi localizado na cidade de Valinhos onde solicitou ajuda.

A materialidade delitiva restou configurada pelo boletim de ocorrência n° 162/2020 elaborado na cidade de Valinhos, bem como pelo auto de exibição, apreensão e entrega da mercadoria cujo valor de mercado gira em torno superior a 700 mil reais.

Diante dos fatos, determinou-se a prisão em flagrante delito do indiciado, em consonância com o artigo 302, inciso I, do CPP, pelo cometimento do crime de receptação qualificada, já que a oficina deste é utilizada para receber e ocultar caminhão e carga roubada e associação criminosa, uma vez que o indiciado recebeu o caminhão carregado que tinha sido roubado na cidade de Louveira/SP e tinha plena ciência da procedência ilícita, bem como pelas imagens angariadas vislumbra-se que o indiciado está associado com a pessoa de um conhecido dos meios policiais e outros não identificados para cometerem o crime de receptação qualificada.

Vale salientar que o motociclista é o autor intelectual do crime em tela, conforme dito pelo indiciado e visualizado nas imagens do circuito de segurança que flagra quando vai escoltando o caminhão roubado e gerencia a empreitada criminosa, inclusive pagaria a quantia de R$ 1.000,00 para o dono do estabelecimento receber e ocultar o caminhão com a carga roubada.

Na delegacia, durante o interrogatório, o indiciado, sem passagem criminal, confessou a prática do crime de receptação indicando, que foi aliciado pelo mentor.

Tratando-se de infração cuja pena máxima de quatro anos, e considerando os antecedentes criminais do cabeça, que denotam renitência na prática de delitos patrimoniais, além de ser o autor intelectual e mandante do crime de receptação qualificada e líder da associação criminosa.

O delegado Alexandre Henrique Leme Silva, pediu a prisão preventiva do mentor do crime, enquanto o proprietário do estabelecimento permaneceu preso e foi encaminhado para Unidade de Detenção, Triagem e Encaminhamento – UDTE de Itapira.

 

MANDADO

Os Policiais Militares da Força Tática de Mogi Guaçu, Cabo Fabiano e Cabo Bruno compareceram ao Plantão de Polícia para apresentarem o procurado, R.D.M. noticiando que tomaram conhecimento da expedição de mandado de prisão em desfavor do procurado e também que ele estaria no local do fato.

A prisão aconteceu na noite desta quinta-feira, 18, uma vez que um de seus comparsas já havia sido preso em Santo Antônio de Posse. O delito ocorreu na cidade de Louveira, na quarta-feira, 17.

Foram até lá e o encontraram, conduzindo-o à presença da Autoridade Policial de plantão, o Doutor Rubens Luiz F. M. Melo para formalização do cumprimento do mandado. pela Autoridade foi realizada pesquisa e constatou-se se que mandado foi proveniente de representação do Delegado de Polícia de Santo Antônio de Posse resultante de ação policial conjunta realizada pela Polícia Civil e Polícia Militar de Santo Antônio de Posse.

 

  

Comentários