Prefeitura apresenta esquema de segurança para o Carnartur 2017

A Prefeitura de Artur Nogueira, através da Secretaria de Segurança, Trânsito e Defesa Civil, apresentou um inédito esquema de segurança, testado pela primeira vez em 87 anos de Carnaval. O novo esquema de segurança para o Carnartur 2017 terá ruas fechadas com tapumes e portões de acesso, onde o público passará por revista pessoal feita por agentes de segurança e cães farejadores irão rastrear a presença de drogas.

O esquema foi apresentado durante coletiva de imprensa realizada na tarde de quinta-feira, dia 16 de fevereiro, no Centro Cultural Tom Jobim. Estiveram presentes na coletiva de imprensa o capitão Hoio, da Polícia Militar, o secretário de segurança Júlio Barros e o secretário de Cultura e Turismo Edésio Lopes.

O capitão Hoio explicou que o Carnaval deste ano será feito como um evento fechado, onde serão fechadas algumas ruas, tendo uma entrada na Av. Fernando Arens, na altura do Banco Itaú, outra perto da Igreja Matriz e uma terceira entrada, próxima à Loja Cem. No restante da Avenida Fernando Arens será colocado tapumes que será vigiado por policiais. ”Não queremos intimidar a população com essas medidas, queremos fazer um Carnaval para as pessoas de bem, para as famílias da cidade. Esse foi um pedido do prefeito Ivan Vicensotti, trazer de volta as famílias para o Carnaval nogueirense”, afirmou.

O capitão Hoio explicou ainda que os foliões não poderão entrar no evento portando objetos cortantes, eles poderão entrar com bebidas, mas não em garrafas de vidro, sendo que os foliões poderão, inclusive, trocá-las por copos descartáveis. Uma base de apoio da Guarda Municipal também estará no recinto da festa, para ajudar na segurança e no apoio a crianças que estiverem perdidas dos seus pais.

O capitão esclareceu também que um efetivo de cerca de 80 homens estarão trabalhando no evento. Além disso, um drone ficará sobrevoando o local, sendo que o aparelho poderá rastrear pessoas suspeitas de algum delito agilizando o trabalho dos policiais.

De acordo com o capitão Hoio, o som será desligado exatamente no horário marcado e as pessoas serão avisadas para deixarem o recinto, pois as ruas serão lavadas e preparadas para que tudo funcione normalmente no dia seguinte. “Como já disse no início, queremos que as pessoas que gostam do Carnaval possam aproveitar a festa com a maior segurança possível”, concluiu.

seguranca

  

Comentários