Prefeitura de Mogi Mirim investe R$ 430 mil em compra de EPIs para profissionais da Saúde

Em mais uma medida para garantir a saúde e a proteção do trabalhador, a Prefeitura, através das secretarias de Saúde e Suprimentos e Qualidade, efetuou a compra emergencial de 150 mil máscaras e itens como óculos de proteção, aventais impermeáveis, luvas de procedimento, tocas, entre outros, para profissionais que atuam na rede pública municipal de saúde, os chamados Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

O investimento, de R$ 430 mil, garante mais segurança aos profissionais que atuam na linha de frente de unidades de saúde na luta contra a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no município. Os EPIs são preconizados pelo Ministério da Saúde, e servem como uma das formas de evitar o contágio. O uso é uma das medidas adotadas na assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção.

Todos os funcionários em Mogi Mirim vêm trabalhando e utilizando os EPIs adequados, de acordo com as suas funções. A Vigilância em Saúde divulgou aos servidores municipais uma nota técnica sobre recomendações de uso de equipamentos durante a pandemia de Covid-19, levando em conta o tipo de ambiente e atividade. O trabalho de orientação e fiscalização é realizado pela Vigilância em Saúde em conjunto com técnicos de segurança do trabalho.

Como outros municípios do Brasil, Mogi Mirim vem enfrentando dificuldades para encontrar fornecedores com a disponibilidade de entrega dos materiais. A busca é constante, sob responsabilidade das secretarias de Saúde e Suprimentos e Qualidade.

“A utilização dos EPIs é fundamental, eles são essenciais para garantir a segurança de todos os profissionais da área da Saúde, uma vez que ajudam na prevenção da contaminação e disseminação de agentes causadores da doença. Esses profissionais precisam de proteção a todo momento para se resguardar e proteger os pacientes”, ressaltou o gerente administrativo da Secretaria de Saúde, Leonardo Cunha.

 

Decreto

Vale lembrar que o investimento para a compra dos EPIs tem relação com o montante financeiro próximo de R$ 7 milhões destinado pelo prefeito Carlos Nelson Bueno para ações de combate ao novo coronavírus, autorizado via decreto municipal.

Os recursos são provenientes de valores que seriam destinados para a realização de novas obras por todas as regiões do município.

 

  

Comentários