Prefeitura e SOS Mata Atlântica fecham parceria para a recuperação dos mananciais de Jaguariúna

sosA Prefeitura de Jaguariúna, por meio do Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente, acaba de fechar uma parceria com a Associação SOS Mata Atlântica visando a conservação e recuperação de nascentes e matas ciliares da cidade.

A Associação é mais uma entidade a integrar o Programa Municipal Bacias Jaguariúna, que já conta com parceiros importantes como  TNC, AMBEV, Associação Mata Ciliar, Agência das Bacias PCJ, Consórcio PCJ, EMBRAPA-Meio Ambiente e Agência Nacional de Águas – ANA.

“A recuperação dos mananciais da cidade é uma das metas do plano de governo do prefeito Gustavo Reis, tanto que já existe um diagnóstico das áreas degradadas. Nós indicamos à SOS as propriedades rurais já cadastradas e que aderiram ao programa e participamos de toda negociação com os proprietários”, explica a diretora do departamento de Agropecuária e Meio Ambiente, Rafaela Rossi.

Só nesta fase inicial da parceria já foram disponibilizadas, com a anuência dos proprietários, cerca de 130 hectares de área de manancial a ser recuperada, o que equivale a um plantio de aproximadamente 325 mil mudas nativas da Mata Atlântica, conforme adensamento adotado pela SOS, uma vez que serão plantadas 2.500 mudas por hectare.

A diretora de Meio Ambiente afirma que a parceria é importante porque o investimento de recuperação de mananciais é alto e a SOS arca com os custos, sem gasto para os cofres do município, o que é benefício também para os proprietários.

“A legislação florestal obriga a recuperação de áreas de nascentes. Já o programa auxilia o proprietário, que não tem custo nenhum e a prefeitura ainda paga um valor a esse proprietário pelo princípio de PSA – Pagamento Por Serviços Ambientas -, que é o reconhecimento do serviço prestado à comunidade pelo abastecimento de água”, explica a diretora.

Matéria: ASCOM

  

Comentários