fbpx

Psol de Mogi Guaçu participam de comemoração do 1º de maio em São Paulo

No último domingo, dia 1º de maio, foi comemorado o Dia do Trabalhador e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Frente Brasil Popular e a Frente Nacional de Mobilização organizaram um mega evento no Vale do Anhangabaú, na cidade de São Paulo.

Oito pessoas ligadas ao Partido Socialismo e Liberdade (Psol) de Mogi Guaçu foram juntos ao evento. O temo escolhido pela CUT para comemorar o dia do trabalhador foi “Democracia nenhum direito a menos, golpe não”, demonstrando que o movimento social é contrário ao impeachment impetrado contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Os presentes puderam acompanhar as apresentações musicais de Luana Hansen, Chico César, Detonautas, Martinho da Vila e Beth Carvalho. Segundo dados divulgados pelos organizadores do evento cerca de 100 mil pessoas participaram do encontro.

Presença ilustre

Como era de se esperar a presidente Dilma Rousseff compareceu as festividades do dia 1º de Maio. Enquanto esteve no palco, Dilma falou sobre o processo do impeachment. Atacou o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), dizendo que ele quer se ver livre do seu próprio processo de cassação.

A presidente também aproveitou o encontro para anunciar o reajuste de 9% para os beneficiários do Programa Bolsa Família – o aumento entrará em vigor ainda em 2016. Dilma Rousseff anunciou também correção de 5% da tabela do Imposto de Renda para o próximo ano; a contratação de, no mínimo, 25 mil moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida e a extensão da licença-paternidade de cinco para 20 dias aos funcionários públicos federais.

Matéria: Fábio Alcântara Lima

  

Comentários