Público prestigia o retorno do Desfile Civico no aniversário de Artur Nogueira

Um grande público formado por nogueirenses e pessoas de outras cidades da região prestigiou o retorno do desfile civico, que não acontecia há mais de 10 anos, nas comemorações do 68º aniversário de Artur Nogueira. O desfile, realizado na manhã de domingo, dia 9 de abril, no entorno da Lagoa dos Pássaros contou com a participação da Banda da Polícia Militar do Estado de São Paulo, pelotão da Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM), além de escolas municipais e algumas particulares, fanfarras municipais e de cidades convidadas, representantes de diversas Secretarias Municipais e outras entidades do município.

Além do público o prefeito Ivan Vicensotti, a vice-prefeita Zezé da Saúde, o presidente da Câmara de Vereadores, Ermes Rodrigues Dagrela, secretários municipais e vereadores marcaram presença no palanque das autoridades.

Uma grande bandeira do município, carregada por algumas crianças, seguidos pela Banda da Polícia Militar do Estado de São Paulo abriu o desfile civico. Na sequência desfilaram o pelotão da PM, da GCM e ROCAM, seguidos pelas professoras e alunos representantes de todas as crêches e escolas municipais. Além deles desfilaram professores e alunos da escola de educação infantil Solarium e do Colégio Adventista.

Também marcaram presença no desfile representantes das secretarias de Esportes e Promoção Social. Outra grande atração do desfile foi a presença da Fanfarra Feminina Municipal; Fanfarra Amigos de Holambra; Fanfarra Força da Águia, da cidade de Cosmópolis (SP), Fanfarras de vários grupos de Escoteiros Adventistas e a Banda Cruzeiro do Sul, da cidade de Porto Ferreira (SP), uma das dez melhores do Estado.

O prefeito Ivan Vicensotti disse estar muito satisfeito em realizar novamente o Desfile Civico, pois tem o objetivo de trazer de volta valores de civismo que não pode se perder. “É uma felicidade muito grande voltar a realizar esse desfile civico, onde na minha infância e adolescência eu também participava nas ruas, então esse era um sonho de voltar a essa tradição, voltar aos valores e a importância de formar cidadãos de bem, que respeitam as pessoas como deve ser”, salientou.

  

Comentários