Santa Casa prepara segunda UTI exclusiva para Covid-19

A Santa Casa de Mogi Mirim, que segue sob intervenção da Prefeitura, prepara a abertura de uma segunda Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento a pacientes suspeitos ou confirmados do novo coronavírus (Covid-19). O espaço físico possui estrutura para até dez pacientes, entretanto, a capacidade inicial será para seis leitos, devido à disponibilidade dos ventiladores. A estrutura é formada por leitos isolados, individuais, devido ao elevado potencial de contaminação, e uma equipe específica para atendimento. A inauguração está prevista para o dia 1º de junho.

Desde abril de 2019, os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) do hospital são administrados pela Prefeitura, por decisão da 3ª Vara da Comarca de Mogi Mirim.

O hospital concluiu a enfermaria Covid, já em funcionamento, setor para o atendimento a pacientes não graves, mas que precisam de cuidados hospitalares.

“Agora, com essa nova UTI Covid-19, somado a enfermaria Covid-19, que já está em funcionamento, conseguiremos atingir um padrão de excelência no cuidado aos pacientes. Isso se deve ao fato de termos uma ala inteira isolada fisicamente dentro da Santa Casa, como se fosse um hospital dentro do outro. Esses pacientes terão seus cuidados atendidos por equipes que trabalharão exclusivamente neste espaço, diminuindo a circulação de profissionais e pacientes pelo hospital”, destacou o médico Vitor Augusto de Andrade, diretor técnico do hospital.

Outra vantagem com a abertura é que, em caso de piora no quadro clínico de pacientes internados na enfermaria com sintomas da Covid, a transferência ocorreria de forma imediata para essa nova UTI, localizada ao lado, evitando, assim, a circulação não só do paciente, mas de profissionais, pelo hospital.

  

Comentários