fbpx

Saúde de Pedreira vai usar DRONE para combater à Dengue

droneDurante reunião do Comitê Intersetorial de Combate à Dengue, que integra as secretarias municipais de Saúde, Educação, Promoção Social, Segurança e Cidadania, Obras e Vias Públicas, Serviços Urbanos, Planejamento e Setor de Comunicação, realizada nas dependências da Central Municipal de Saúde, o prefeito Carlos Pollo efetuou a entrega de um equipamento eletrônico “DRONE”, ao setor de Vigilância Epidemiológica, representado pela secretária municipal de Saúde Ana de Elizabete Filomeno.

Pedreira tem aproximadamente 15 mil imóveis cadastrados. “No período de janeiro a abril, foram visitados 12.504 imóveis, trabalhados 9.075 e não trabalhados 3.429 (locais fechados e outros que não atenderam os técnicos), trabalhando em 80% dos imóveis cadastrados.

“Com o DRONE, nossa estratégia é sobrevoar casas, chácaras, barracões e locais reincidentes em não eliminar focos do mosquito e pontos potenciais para o surgimento ou disseminação das larvas do inseto, como lugares abandonados. O aparelho vem sendo usado por várias cidades da Região Metropolitana de Campinas e os resultados são positivos”, ressaltou na reunião a secretária Ana Filomeno.

Para o prefeito Carlos Pollo, a Vigilância Epidemiológica informou que os principais criadouros encontrados pelos técnicos de combate a Dengue são: depósitos de água sem tampas, pratos e pingadeiras de plantas, sucatas (latas, embalagens plásticas, frascos), bebedouro animal, vaso de planta na água, lona, encerado e materiais plásticos em geral. “Com o DRONE serão vitoriados os imóveis desabitados, em que os agentes têm dificuldade de contato visual para saber se no local há criadouros do mosquito transmissor da doença. Uma vez identificados os imóveis, o DRONE entrará em ação, sobrevoando o local e fotografando. As imagens vão documentar o processo para notificação ao proprietário”, concluiu o prefeito Professor Carlos.

Técnicos do setor de Vigilância Epidemiológica participando de treinamento para a operacionalização adequada do equipamento.

Matéria: Glauco Mazzetto

  

Comentários