Secretaria Municipal de Educação recebe concursados

Aprovados no concurso público, candidatos devem ser chamados nos próximos dias

Matéria: Paula Partyka

Foi realizado no dia 17 de fevereiro, nas escolas municipais Professor Irineu Espedito Ferrari, Coronel Amâncio Bueno e Professora Maria Tereza Piva, provas objetivas do Processo Seletivo 01/2019, da Secretaria de Educação de Jaguariúna. As provas foram aplicadas pela empresa RBO Concursos Públicos.

Os resultados preliminares foram divulgados no dia 27 de fevereiro, onde os candidatos puderam averiguar suas notas e classificação. De acordo com o edital, a prefeitura convocará os candidatos aprovados conforme necessidade.

A concurseira Tainá Almeida conta que quando soube das inscrições para o processo seletivo da prefeitura, logo decidiu participar. “Afinal, emprego ta complicado de conseguir, e essa seria uma ótima oportunidade”, comenta.

Desde o momento da inscrição, Tainá se organizou e fez um plano de estudos baseado no edital, seguindo à risca todas as matérias pedidas. Ela conta que isso a ajudou muito e facilitou bastante ter uma base sobre por onde começar. “Eu estava muito nervosa e ansiosa no dia da prova, apesar de saber que havia me preparado, sabia também que a concorrência seria grande”.

Ela conta que não teve muita dificuldade em fazer a prova. “O conteúdo foi condizente com o que havia descrito no edital, então não foi uma prova muito difícil”.

Nos dias seguintes, Tainá passou por aquela ansiedade básica de querer saber qual havia sido sua classificação. “Quando foi divulgada a lista dos aprovados e suas classificações, fiquei feliz e satisfeita por ter conseguido o 8° lugar, por critério de desempate, já que minha pontuação foi igual a dos candidatos que estavam em classificação acima da minha. Passado essa fase de ansiedade pela classificação, agora fica a esperança de ser convocada o mais rápido possível”, comemora.

Sanando a dúvida de Tainá e tantos outros concurseiros, segundo a secretária municipal de Educação, Cristina Pinto Catão Bonini Hosikawa, a partir de segunda-feira, 11, será iniciada os trâmites legais de convocação. “Portanto, assim que a Prefeitura autorizar, serão convocadas cerca de 140 pessoas nas diversas áreas e de acordo com a necessidade da Secretaria de Educação (Seduc)”, explica.

A previsão é de que os classificados sejam chamados a partir de 18 de março. Com isso, devem iniciar suas atividades nas escolas no período de 01/04/2019 a 20/12/2019.

Ainda, de acordo com a Secretaria de Governo, durante o ano pode acontecer novo concurso publico para atender as necessidades de cada departamento ou secretaria municipal, e não apenas da Educação. No entanto, sem previsão de edital, no momento.

Ansiedade frente aos concursos públicos

Geralmente compreende-se a ansiedade como um estado emocional negativo, onde o sujeito experiência sensação de mal estar, sudorese, taquicardia, entre outros. Contudo, se faz necessário diferenciar a ansiedade traço, a qual se refere a disposição pessoal em interpretar grande parte das situações cotidianas como estressoras da ansiedade estado, onde se caracteriza por uma circunstância transitória, ativada frente a eventos importantes.

Vale salientar que esta não é necessariamente um transtorno, mas um mecanismo de defesa biológico, onde há a preparação para o enfrentamento ou fuga de uma situação que representa perigo eminente. É preciso esclarecer aos concurseiros que a ansiedade pode ser vista de forma positiva, utilizando-a como fonte de motivação e autossuperação, canalizando assim sua bioenergia para a realização da prova. Vale lembrar que o autocontrole exige treinamento.

A seguir, a psicóloga Suelen Gaebler, CRP 08/23451 PR, explica algumas técnicas que propiciam a criação de estratégias para lidar com adversidades do dia-a-dia:

– Autoconhecimento: Conhecer a própria personalidade resulta no entendimento dos nossos processos internos, possibilitando prever possíveis reações bem como prever maneiras de se adaptar as mesmas.

Um sujeito que conhece a si mesmo tende a ter uma melhor autoestima e confiança, fatores primordiais para manter a calma frente a acontecimentos que testam seu desempenho.

– Respiração: Respirar superficialmente afeta funções cognitivas, como atenção e a capacidade de concentração, por isso, a importância da respiração diafragmática, preenchendo toda a extensão do abdômen, causando uma melhora na oxigenação cerebral.

– Visualização: A criação de uma imagem mental favorável com a intenção de criar de um estado emocional positivo associado a um contexto que anteriormente sugeria um evento estressor.

– Alimentação e Sono: Alimentação saudável e sono de qualidade são de extrema importância para a regulação das funções cerebrais.

Uma boa autoimagem e sentimento de capacidade são decorrentes do fortalecimento de habilidades internas. Saber que ofereceu seu melhor dentro de suas potencialidades estimula o senso de eficiência e eficácia, essenciais para o bom desempenho em todos os âmbitos da vida do sujeito.

  

Comentários