Tampinha Legal recebe a última entrega de 2022

Aproximadamente duas toneladas foram entregues pela APAE de Sapucaia do Sul

Dois caminhões do exército desembarcaram mais de 300 sacos de tampas plásticas no Instituto SustenPlást nesta quarta-feira (28). Esta foi a última entrega recebida pelo Tampinha Legal. As 1943 toneladas de tampas plásticas foram entregues pela APAE de Sapucaia do Sul. Laline Fogaça, voluntária e mãe de uma aluna da instituição, salienta a importância do Tampinha Legal. “Além dos recursos financeiros, que são muito importantes para nós, mobilizamos a sociedade para algo tão simples e fácil de fazer.”, salienta.

O Tampinha Legal é o maior programa socioambiental de caráter educativo em economia circular de iniciativa da indústria de transformação do plástico da América Latina e já ultrapassou mil toneladas de tampas plásticas ao longo dos seis anos de atuação. O volume equivalente a 86 carretas de materiais prima pós consumo converteu-se em mais de R$ 2,4 milhões de reais destinados integralmente às 311 entidades assistenciais participantes. O “tampômetro”, contador exposto no site e no app do Tampinha Legal, informa 576.256.784 milhões de unidades de tampas plásticas. O Tampinha Legal conta com 3136 pontos de coleta, distribuídos pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Goiás, Distrito Federal e Bahia.

Para Simara Souza, gerente do Instituto SustenPlást, os expressivos números são índices de que a sociedade compreende o quanto o material plástico tem valor e que deve retornar para a indústria ao mesmo tempo em que faz o bem para inúmeras famílias. “O Tampinha Legal cresce a cada ano. Em 2022, completamos seis anos e ultrapassamos o expressivo volume de mil toneladas arrecadadas. É incontestável que o Tampinha Legal faz parte da vida dos brasileiros. Criamos um novo hábito que associa a solidariedade à consciência socioambiental. Precisamos nos lembrar que plástico é matéria prima nobre e que consequentemente proporciona melhor qualidade de vida a várias famílias com a simples atitude de separar uma tampa plástica.”, afirma.

Participam do Tampinha Legal, entidades assistenciais do terceiro setor devidamente regularizadas como APAEs, Ligas Femininas, escolas, ONG’s, asilos, associações, hospitais, etc. Com os recursos obtidos através do Tampinha Legal, as entidades assistenciais podem adquirir medicamentos, alimentos, equipamentos, ração animal e/ou materiais escolares, bem como custeiam tratamentos e exames de saúde humana e animal, melhorias em suas sedes, entre outras ações.

O Tampinha Legal

O Tampinha Legal é realização do Instituto SustenPlást com o apoio do Movimento Plástico Transforma. Através de ações modificadoras de comportamento de massa, aumenta os níveis de esclarecimento quanto ao material plástico e seu destino adequado, promovendo que a economia circular ocorra na prática.

Todos os segmentos da sociedade são convidados a recolher tampas plásticas e destiná-las para entidades assistenciais cadastradas no Tampinha Legal que busca a melhor valorização de mercado para o material. Os valores obtidos são destinados integralmente para as entidades assistenciais participantes sem rateios de material ou repasses de valores. O programa não recebe comissões e/ou gratificações sobre o material coletado. Em 2022 ultrapassou R$ 2 milhões de reais destinados 100% para as entidades assistenciais participantes.

Recentemente, lançou no Núcleo Porto Alegre/RS, o Copinho Legal que, seguindo o modelo do Tampinha Legal, destina os recursos obtidos com a venda dos descartáveis plásticos (copos, pratos e talheres) para as entidades assistenciais participantes. O Tampinha Legal atua no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Goiás, Distrito Federal e Bahia.

Em Porto Alegre, o Tampinha Legal conta com o apoio estratégico da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais da FIERGS. Além do aplicativo (Android e iOS) e site (tampinhalegal.com.br), onde pode-se localizar várias informações tais como os pontos de coleta mais próximos, entidades assistenciais e empresas participantes, etc. Também é possível acompanhar o Tampinha Legal por redes sociais, como YouTube, LinkedIn, Twitter, Instagram, Facebook e TikTok.

  

Comentários