fbpx

Torre Paris do Conjunto Euroville é evacuada por medida de segurança

A Defesa Civil e a Secretaria Municipal de Planejamento e Obras de Itapira atualizaram o número de pessoas evacuadas da Torre Paris do Conjunto Euroville, na noite de quarta-feira, dia 14 de setembro. No total, 34 pessoas deixaram o edifício e foram acomodadas em um hotel da cidade. A medida foi determinada pela Defesa Civil do município depois que uma comissão de três engenheiros indicada pelo próprio condomínio apurou a instabilidade do terreno em virtude de obras que vinham sendo realizadas em uma área vizinha à torre.

A reunião que decidiu pela evacuação da Torre Paris foi acompanhada pelos técnicos da Defesa Civil e da Secretaria Municipal de Planejamento e Obras. Fizeram a vistoria os engenheiros Ailtom Martins Júnior, representante técnico do condomínio;

Carlos Alberto Formentini Martins, técnico consultor do condomínio, e Rodolfo Adorni Pereira, um dos proprietários da construtora que ergueu o Conjunto Euroville. Segundo informaram em ata lavrada após a reunião, existe “alto risco de ruína da Torre Paris, em virtude da instabilidade do solo ora existente”. Eles informam que o risco permanece “até a conclusão da obra vizinha e restabilização do solo, o que vai demandar de quatro a cinco dias”.

O solo que circunda a Torre Paris foi desestabilizado em virtude de obras que estão sendo realizadas no terreno vizinho. Durante as obras da construção vizinha, foram feitas escavações junto ao barranco que delimita os terrenos. Ao vistoriar o local, a Secretaria de Planejamento e Obras do município determinou a construção de um muro de arrimo junto ao barranco. Contudo, no dia 7 de setembro, quarta-feira, o muro então existente no Conjunto Euroville desabou. Novas medidas foram tomadas e a obra prosseguiu normalmente, mas a Secretaria de Planejamento e Obras, assim como a Defesa Civil, acatando o parecer da comissão nomeada pelo condomínio, julgaram mais prudente evacuar a Torre Paris em virtude da instabilidade climática, que poderia agravar sensivelmente a situação. A liberação para o retorno dos moradores à Torre Paris aguarda a realização de uma segunda vistoria na obra vizinha. Os problemas verificados não se estendem às demais torres do Conjunto Euroville, nas quais não há risco à segurança dos moradores. Os moradores que estão sendo evacuados devem seguir agora à noite para um hotel em Itapira.

Matéria: Prefeitura de Itapira

condominio

 

  

Comentários