UniFAJ promove interação da campanha Outubro Rosa

Segundo o Instituto Nacional de Câncer, do Ministério da Saúde, o câncer de mama é segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. Para o Brasil, foram estimados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres. Dada a importância do tema, a UniFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna) levou à população de Jaguariúna um momento para transmitir conhecimento por meio de interação da campanha Outubro Rosa.

Em uma parceria que já dura mais de 2 anos entre a UniFAJ e a Secretaria de Assistência Social, os alunos do 8º semestre do curso de Enfermagem da UniFAJ e as professoras Rosa Alice Franzolin e Elaine Freire apresentaram diversas palestras e oficinas na sede do CRAS do Cruzeiro do Sul e no Hospital Municipal Walter Ferrari. A ação aconteceu na segunda-feira, 14 de outubro.

O tema foi abordado com ênfase na conscientização e prevenção e foram discutidas questões referentes ao autocuidado, ao autoexame e à importância do acompanhamento médico, dos exames periódicos e do diagnóstico precoce, bem como de uma alimentação saudável, da mudança de hábitos como o tabagismo e o consumo de bebidas alcoólicas e da prática de atividades físicas.

“Dada a importância dessa ação de prevenção de câncer de mama, o curso de Enfermagem da UniFAJ tradicionalmente realiza ações de promoção da saúde e prevenção da doença nos municípios da região e em Jaguariúna”, informa a professora Celene Aparecida Ferrari Audi, coordenadora do curso de Enfermagem da UniFAJ . “A gente prepara o aluno para uma realidade que, infelizmente, é triste – fazer um diagnóstico precoce de câncer de mama. Então, trabalhamos muito nesse nível de atenção à promoção da saúde e da prevenção da doença. Nossos alunos, atendendo a uma exigência do projeto pedagógico, realizam toda essa prática nas comunidades que são atendidas e assistidas por eles e pelos professores”, pontua.

“A instituição sempre incentiva seus alunos e docentes a atuarem de diferentes formas com a comunidade, em temas de interesse público, como campanhas de prevenção de diferentes doenças, educação ambiental, zoonoses etc”, comenta Natália Marangão, gestora do departamento sociocultural da UniFAJ.

Ela explica que essas atividades são propostas pelos alunos e docentes, dentro de seu dia a dia acadêmico, e diferentes parceiros externos interagem na execução como secretarias de saúde, assistência social e meio ambiente das cidades da região. “Esse trabalho é de extrema importância na formação integral dos alunos, com suas atividades de Extensão Universitária e Iniciativas Socioculturais”, defende Natália.

 


Comentários