Vacinação Antigripal ainda não atingiu meta de 90%

Em face da procura por parte da população, a cobertura vacinal contra a gripe Influenza em Mogi Guaçu ainda não alcançou a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde de imunizar pelo menos 90% do público-alvo.

De acordo com relatório da Vigilância Epidemiológica, emitido nesta quinta-feira, 21, somados os dados referentes aos seis grupos prioritários, o percentual atingido por Mogi Guaçu até o momento é de 68,90%.

Por esse motivo, a Campanha de Vacinação, deflagrada no dia 23 de abril, com encerramento previsto para o dia 1º deste mês, foi prorrogada pela segunda vez. A primeira para até o dia 15 e agora até esta sexta-feira, 22.

Do início da campanha até o último relatório foram vacinadas 20.975 pessoas das 30.443 que compõem os grupos prioritários, o que corresponde a 68,90%. Por grupo, os percentuais variam, de 44,22% a 117,13%.

O índice menor é o das crianças de 6 meses a menos de 5 anos. De 7.843, foram vacinadas 3.468. O índice maior é o dos professores, com 1.190 pessoas vacinadas, 174 a mais que o previsto.

Os outros quatro grupos são os de idosos com 60 anos ou mais (16.359 indivíduos, 12.752 vacinados, 77,95%), gestantes (1.432, 858, 59,92%), trabalhadores da área da saúde (3.558, 2.485, 69,84%) e puérperas, que são as mulheres com até 45 dias de período pós-parto (235, 222, 94,47%).

A campanha abrange outros três grupos cujos dados não são computados para efeito de estatística de cobertura vacinal. São os doentes crônicos, os privados de liberdade e funcionários do sistema prisional.

  

Comentários