fbpx

Alunos de Paulínia aplicam grafite com tema sobre o mundo rural

A paisagem já não é a mesma para quem circula próximo às EMEFs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) Maestro Marcelino Pietrobom, no Ouro Negro, e Vitor Szecepanski Souza Silva, no centro, em Paulínia.

Parte dos muros das escolas recebeu arte em grafite no último final de semana. O trabalho foi feito por alunos do 6º ao 9º anos com o acompanhamento de profissionais da área, por meio do projeto Conexão Rural.

Foram aplicadas paisagens rurais, que mostram a importância do campo para as cidades. O projeto é patrocinado pela Syngenta, por meio da lei estadual de incentivo à cultura, com apoio da Secretaria da Educação.

O trabalho também foi importante para mostrar aos alunos a diferença entre a arte do grafite e a pichação, que é crime e pode resultar em prisão de até um ano. Além disso, a venda de sprays é proibida a menores.

Os alunos tiveram palestras com os profissionais e os trabalhos serão expostos por meio de fotografias. Participam alunos de escolas de Paulínia e de São Paulo. Cerca de 80 alunos participaram das atividades.

Matéria: Assessoria de Imprensa

grafite

  

Comentários