Curso busca melhorar renda de produtores rurais e empresários

Com o objetivo de ampliar o olhar sobre a propriedade rural, fornecendo ferramentas para identificar e implantar negócios de turismo, de acordo com os recursos encontrados no meio, aliados às suas habilidades e vocações, a Prefeitura de Engenheiro Coelho, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com o Sindicato Rural de Mogi Mirim e o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem), informam que estão abertas as inscrições para a reunião que tratará da implantação do “Programa Turismo Rural”.

O Programa Turismo Rural – Agregando Valor à Propriedade é constituído por uma série de cursos relacionados entre si, permitindo que as propriedades desenvolvam com segurança esta atividade econômica.

Segundo o Chefe de Gabinete, Pedro Luiz de Oliveira Soares (Pedro Bange), a palestra é voltada para produtores rurais e seus familiares, bem como os empresários do ramo, por exemplo, os proprietários de pesqueiros. Os pré-requisitos são: ter 18 anos e ser alfabetizado.

De acordo com o Prefeito Pedro Franco, o intuito da administração é qualificar os empresários ou possibilitar uma nova fonte de renda, “Há muitas propriedades rurais na cidade, algumas até sem utilização, por isso queremos capacitá-los, para que possam reutilizá-las novamente ou até aprimorar o seu conhecimento”.

Os interessados devem procurar a Casa da Agricultura (Rua Abelardo Millares, n.º 55, Jardim São Pedro). A reunião está marcada para o dia 10 de dezembro, às 18 horas, em local ainda a ser definido.

SENAR

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) é uma entidade vinculada a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) que tem como objetivo organizar, administrar e executar, em todo território nacional, a Formação Profissional Rural e a Promoção Social de jovens e adultos que exerçam atividades no meio rural.

O SENAR foi criado pela Lei 8.315, de 23 de dezembro de 1991 – nos moldes do SENAI e SENAC, e regulamentado pelo Decreto nº 566, de 10 de junho de 1992. É uma Instituição de direito privado, paraestatal, mantida pela classe patronal rural.

FONTE: Prefeitura de Engenheiro Coelho – Departamento de Relações Públicas

  

Comentários