Doação de sangue para o Hemocentro da Unicamp coleta 121 bolsas no Hospital Walter Ferrari

Auxiliar o Banco de Sangue do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Hospital de Clínicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) a manter um estoque regular é um compromisso que todas as Secretarias de Saúde da Região metropolitana de Campinas (RMC) cumprem rigorosamente, uma vez que a missão é nobre: salvar vidas.

Com esse intuito, a Secretaria de Saúde de Jaguariúna realizou na manhã do último sábado, 2 de novembro, mais uma Campanha de Doação de Sangue e apresentou o balanço nesta segunda-feira (04/11). Conforme a secretária da pasta, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, o Hospital Walter Ferrari recebeu 147 candidatos para doar, dos quais foram coletadas 121 bolsas de sangue, enquanto 26 foram considerados inaptos. Desse total, 40 estavam doando sangue pela primeira vez.

“O número de doadores teve um ligeiro aumento, o que é muito gratificante, pois esse sangue salva a vida de muita gente que necessita de cuidados por meio do SUS (Sistema Único de Saúde). É bom lembrar, ainda, que se alguém de Jaguariúna se acidenta, não importa de onde venha o sangue, o que vale é que ele está disponível para uso imediato. O compromisso assumido com a Unicamp é cumprido graças aos doadores que comparecem a cada campanha e nós agradecemos de coração”, diz a secretária Maria do Carmo.

Segunde ela, haverá novas campanhas de doação de sangue e os interessados devem comparecer com o documento de identidade e preencher alguns requisitos básicos, como estar em boas condições de saúde, pesar no mínimo 50 kg, estar descansado e bem alimentado, além de ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha ocorrida até os 60 anos.

Reportagem: Aluízio Santana
Fotos: Ivair Oliveira/PMJ

 


Comentários