Festa de São Pedro acontece neste final de semana em Engenheiro Coelho

A festa de São Pedro deste ano está completando 81 anos de sucesso em Engenheiro Coelho. As festividades são realizadas na Igreja Matriz de São Pedro, no centro da cidade, e no Salão Paroquial e ruas próximas. A programação religiosa conta com o tríduo de São Pedro, celebração de missas e procissão. Já a programação social conta com quermesses, show de prêmios, shows musicais, romaria de cavaleiros, almoço comunitário e leilão de prendas.

O tríduo de São Pedro foi realizado entre os dia 26, 27 e 28 com a participação de padres de várias cidades da região. Na quinta-feira, dia 29, feriado municipal pelo dia do Padroeiro, houve celebração de missa Na Matriz e procissão com o pessoal que vai trabalhar na festa. No domingo, 2 de julho, também haverá missa pela manhã e procissão até o salão paroquial.

A programação social começa na sexta-feira, dia 30, no Salão Paroquial com quermesse e show de prêmios. No sábado, dia 1 de julho, haverá quermesse e show com a banda Fattus.  No domingo, dia 2 de julho, a programação começa às 10h, com a Romaria de Cavaleiros saindo do Bairro Conceição (Bode Branco) e percorrendo as ruas da cidade até a chegada no Salão Paroquial. A partir das 11h será servido almoço comunitário com show da dupla Rafael e Adriel.

Também no período da tarde haverá o leilão de prendas e à noite a festa termina com quermesse e show da dupla Renan e Luciano.

Festa de São Pedro completa 81 anos de história em Engenheiro Coelho

A festa de São Pedro, padroeiro de Engenheiro Coelho, comemora no dia 29 de junho 81 anos de história. Para saber um pouco dessa história a reportagem conversou com dois moradores da cidade, o Sr. Geraldo Forner, com 87 anos de idade, e o Sr. Afonso da Silva, 80 anos de idade.
O casal Geraldo e Irene Forner trabalharam durante mais de 50 anos em prol das atividades da igreja e como coordenador de vários movimentos religiosos. Geraldo Forner fez uma intensa pesquisa sobre a história da igreja. Segundo ele, a capela de São Pedro começou a ser construida na década de 1930 pelo Sr. Pedro Hereaman, natural da Belgica, proprietário da Fazenda conhecida como “Guaiquica”. A capela foi inaugurada pelas famílias Hereman e Cavalheiro, no dia 29 de junho de 1936, dia do Padroeiro.

A família Forner chegou em Engenheiro Coelho em 1944 e logo se engajaram nas atividades da igreja. Na época Geraldo Forner formou o coral de jovens e sua irmã Maria Aparecida Forner dirigia as aulas do catecismo dominical.

Segundo ele, as festas de São Pedro já eram conhecidas em toda região, na parte religiosa um padre de outra cidade vinha dar apoio à comunidade, atendia as confissões, administrava o batismo e visitava os doentes. No dia 28, celebrava missa e fazia um sermão para o povo. Terminada a parte religiosa tinha início um animado leilão de prendas com o leiloeiro Eloi Nabarrete e Artur Vicente Caetano era o escrevente do movimento. Geraldo e Amazilio Teresani animavam o povo na roleta de prendas; Carlito e Antonio Rosa conquistavam com o delicioso quentão.

Havia um bar bem montado com lugares reservados para as famílias saborearem frango ou leitoa assados, com bebidas e refrigerantes. “Nessa noite as jovens gostavam de exibir seus vestidos novos e os moços com seus ternos e gravatas ficavam paquerando as moças. Um serviço de alto falante animava a festa com músicas sertanejas e os moços dedicavam músicas para as jovens e vice-versa. Também não faltava o correio elegante, a fogueira e o mastro de Santo Antonio, São João e São Pedro”, contou.

Tanto Geraldo Forner como Afonso da Silva se lembram que na época tudo era feito com muita dificuldade, mas a comunidade participava doando prendas como frangos, leitoas, carneiros e outras que eram preparadas com a ajuda de homens e mulheres da comunidade. “Neste tempo os animais eram doados vivos e tinham que ser preparados e assados no forno à lenha. As mulheres eram comandadas pelas cozinheiras Ema Barbosa e Emilia Haeck. Era um tempo difícil, mas muito gratificante”, contaram.

No dia da festa, 29 de junho, logo pela manhã havia alvorada de fogos, repicar de sinos, músicas sertanejas e um estrondar de baterias. Depois era celebrada missa e à tarde saia uma imponente procissão com andores enfeitados carregados pelas ordens religiosas da época, não faltando a Corporação Musical 24 de Junho que homenageava o Padroeiro. Logo depois continuava as festividades sociais.

A construção da nova Igreja de São pedro

De acordo com Geraldo Forner, após a festa de 1964 a diretoria reuniu-se e decidiu construir uma igreja maior no centro da vila porque a capela já não comportava mais os fiéis. Com o projeto pronto a construção teve início em 1965 com apoio do Sr. Luiz Fávero e muitas pessoas da comunidade. A primeira missa na nova igreja foi celebrada no dia 19 de março de 1970 pelo padre Edisson Vieira Lício “Dessa data em diante todas as atividades religiosas e festivas passaram a ser realizadas na nova igreja de São Pedro”. Ressaltou.

Nesta época as festas eram realizadas no pátio em frente da igreja, no início, nos mesmos moldes das festas anteriores, mas com o avanço do progresso as festividades também passaram a contar com mais estrutura de barracas, shows musicais e maiores comodidades para o público. “Eu me lembro com saudade das antigas festas em frente da igreja, me lembro dos shows do Cido Lateiro e sua banda, quando anima o povo que dançava até de madrugada na barraca em frente da igreja”, disse Afonso da Silva.

Em 1974 tomou posse o padre Ansfredo Verner para apoiar nas atividades da igreja. Alguns outros padres passaram pela comunidade. Contudo a Paróquia de São Pedro só foi criada em 29 de junho de 2000, e só então totalmente desmembrada da Paróquia Nossa Senhora das Dores. O primeiro pároco foi o padre Silvio e o atual é o padre Reinaldo Ferreira de Melo.

A Paróquia conta hoje com várias comunidades, pastorais, movimentos religiosos e um amplo Salão Paroquial onde são realizadas as festas atualmente.

  

Comentários