Festival da Cachaça surpreendeu e abriu portas para a indústria do turismo

O I Festival da Cachaça de Amparo mostrou que Amparo, ao contrário de muitas outras cidades do país, supera crises e segue em frente porque tem economia pujante e variada.

A programação do I Festival da Cachaça de Amparo teve início às 18 horas do sábado, com uma performance do ator Paulo Pastella, em homenagem ao imortal Charles Chaplin. Em seguida tivemos a sensacional apresentação da Orquestra de Viola Caipira Flor da Montanha que faz da grade do Rosário Cultural que a Prefeitura de Amparo promove mensalmente no Largo do Rosário. Foi um show de qualidade e bom gosto, muito aplaudido.

Ainda durante o evento, que já está incluso no calendário oficial do município, os amparenses e turistas puderam conhecer e adquirir peças do variado artesanato local e regional.

Produtores de diversos alambiques mostraram a razão pela qual Amparo tem a sua cachaça consumida em todo o Brasil e até exportada para Bélgica e Estados Unidos (onde já foram premiadas) bem como para outros países: é, sem dúvida, a qualidade atestada pelo MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Matéria: Moisés de Camargo

  

Comentários