Jovem nogueirense faz missão em Moçambique na África

A jovem Raquel Sampaio Pires Iannoni, de 28 anos de idade, moradora de Artur Nogueira participou de uma missão na cidade de Nampula, em Moçambique, no continente africano. Raquel é formada em Educação Física e está cursando o quarto ano de Engenharia Cívil, no Unasp, campus Engenheiro Coelho.

A jovem estudante viajou para Nampula no dia 28 de junho, acompanhada do professor Jean e da colega de curso Silvana. Eles viajaram por oito horas de São Paulo até Joanesburgo e mais três horas até Nampula. Os três voltaram no dia 11 de julho numa viagem que durou 13 horas e mais 18 horas que ficaram no aeroporto de Joanesburgo esperando o vôo para o Brasil.

O grupo foi em uma missão de férias através do Numci (Núcleo de Missão) do Unasp, com o objetivo de ajudar na construção de uma escola na cidade de Nampula. Durante o período da missão eles fizeram o projeto do prédio onde vai funcionar a escola e realizaram atividades da Escola Cristã para as crianças do local.

Na Escola Cristã, que acontecia numa rua próxima do terreno da futura escola, eles realizavam brincadeiras, contavam histórias da Bíblia e ensinavam músicas infantis e hinos para todas as crianças que quisessem participar. “Eles ficavam muito felizes com as brincadeiras que a gente ensinava e eles também ensinavam algumas pra nós. São crianças muito alegres e educadas, apesar da realidade em que vivem”, contou.

De acordo com Raquel, o terreno para a construção da escola fica em um bairro da cidade onde já existe uma Igreja Adventista e três salas de aula onde pretendem continuar a construção. Segundo ela, a realidade do povo da cidade é muito difícil, a cidade não tem escola, a saúde é muito precária, não existe saneamento básico, a maioria das casas não possui água encanada e toda água utilizada é retirada de poços e usada sem nenhum tratamento.

Muitas famílias vivem sem energia elétrica, porque a energia é fornecida através de um sistema de crédito e a residência só tem energia quando a família tem dinheiro para comprar os créditos. “Como a maioria das famílias são muito pobres, muitas casas ficam um tempo sem energia. O transporte público também é feito com veículos muito velhos e precários”, explicou.
Ela explicou também que a alimentação da maioria das famílias é toda a base de amendoim e mandioca.

As famílias mais pobres fazem apenas uma refeição por dia, eles costumam comer o que chamam de matapa com xima. A matapa é feita com folhas de mandioca refogadas e a xima é uma mistura de farinha de mandioca ou de milho cozida com água até formar a consistência de uma polenta.

O dinheiro deles é o metical, sendo que 1 real equivale a 20 meticais, mas como a maioria dos produtos é importado os preços são muito altos e a maioria não consegue comprar. “Fiquei impressionada com a força e a alegria das pessoas, apesar da pobreza e da dura realidade em que vivem, eles são muito felizes e gostam de partilhar com as pessoas o pouco que possuem”, destacou.

Raquel contou outras particularidades do povo de Nampula. A língua oficial é o português de Portugal, mas existem vários dialetos locais. O comércio de roupas e alimentos é feito na rua mesmo, existem muitas feiras ao ar livre. São as crianças maiores, com idade a partir de seis, sete anos, que cuidam dos irmãos menores enquanto os pais trabalham.

“Participar dessa missão foi uma lição de vida! Pude ver de perto como as pessoas são felizes e agradecidas pelo pouco que têm!! E nós reclamamos de tudo!!! Não precisamos de muitas coisas que julgamos essenciais e, na verdade, ficamos cada vez mais infelizes por não ter, ter e ter; quando deveríamos estar mais ocupados em ser!! “Ser alguém que faz, alguém capaz de refletir a Tua luz…transmitir a paz…levar o que faz da minha vida algo que valeu a pena SER” (trecho da música Valeu a pena do Vocal Livre)”, concluiu.

O Numci realiza missões em várias partes do mundo, as missões são abertas para qualquer pessoa que tenha interesse em participar. Quem quiser ajudar com doações para a construção da escola em Nampula também pode entrar em contato pelo site do NUMCI: www.unasp-ec.com/nucleodemissao/ Telefone (19) 3858 9422 – e-mail: contato@numci.org
No site tem todos os dados de todas as missões e como fazer as doações.

  

Comentários